Banca de DEFESA: GALENO JAHNSSEN BEZERRA DE MENEZES FERREIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : GALENO JAHNSSEN BEZERRA DE MENEZES FERREIRA
DATA : 31/07/2018
HORA: 14:00
LOCAL: FACISA
TÍTULO:

Estimulação transcraniana por corrente contínua melhora a qualidade de vida e a funcionalidade em pacientes com polineuropatia diabética: um ensaio piloto controlado randomizado duplo-cego.


PALAVRAS-CHAVES:

Neuropatia diabética. Hiperalgesia. Analgesia.


PÁGINAS: 70
RESUMO:

Objetivo: A polineuropatia diabética é altamente prevalente entre adultos diabéticos e idosos, promovendo baixa capacidade física e qualidade de vida (QV). Este estudo teve como objetivo avaliar os efeitos da ETCC anódica aplicada na área motora primária (M1) na QV, aptidão física e dor em pacientes com polineuropatia diabética.

Sujeitos e métodos: Foi conduzido um ensaio clínico piloto, paralelo, randomizado, duplo-cego com vinte pacientes com polineuropatia diabética. Cinco sessões consecutivas de ETCC na montagem M1/Fp2 foram realizadas. O Short Form 36 Health Survey (SF-36) foi utilizado para avaliar o desfecho primário. Para os desfechos secundários foram usados o nível de aptidão física de acordo com a força muscular de membros inferiores e superiores, flexibilidade e nível de capacidade funcional submáximo. Todos os desfechos foram medidos em 3 momentos diferentes (antes, 1ª semana e 2ª semana).

Resultados: As equações de estimativas generalizadas (GEE) mostraram efeitos principais significativos de tempo x grupo no escore total do SF-36 (x2 = 48,79; p <0,001) com diferença significativa entre o antes e 1ª semana (p = 0,001) e 2ª semana (p = 0,001). O escore do SF-36 mostrou diferença significativa entre os grupos apenas na segunda semana (p = 0,05). Saúde mental, saúde física, emocional, estado geral de saúde, função física e capacidade funcional apresentaram tempo de interação significativo x grupo com aumento no grupo ativo. Dor corporal diferem entre os grupos na 2ª semana (p = 0,001). O TUG e o TC6 mostraram melhora significativa apenas no grupo ativo (p = 0,0075; p = 0,0001, respectivamente, de acordo com ANOVA).
Conclusões: Cinco sessões de ETCC anódica na área M1 melhoram a qualidade de vida e a funcionalidade em pacientes com polineuropatia diabética.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2646619 - RODRIGO PEGADO DE ABREU FREITAS
Interno - 2211046 - LUCIEN PERONI GUALDI
Externo à Instituição - MAÍRA CAROLINA LIXANDRÃO - UFABC
Notícia cadastrada em: 23/07/2018 09:46
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao