Banca de QUALIFICAÇÃO: MARCEL LIMA RIBEIRO DANTAS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARCEL LIMA RIBEIRO DANTAS
DATA : 05/12/2019
HORA: 10:00
LOCAL: NEPSA II, Auditório II
TÍTULO:

A INFLUÊNCIA DOS RECURSOS INTERNOS NA RELAÇÃO ENTRE PERFORMANCE SOCIAL CORPORATIVA E DESEMPENHO ORGANIZACIONAL: PERCEPÇÕES DE GESTORES DO SEGMENTO DE FARMÁCIA MAGISTRAL.


PALAVRAS-CHAVES:

Performance Social Corporativa. Desempenho Organizacional. Visão Baseada em Recursos. Teoria dos Stakeholders. Farmácia Magistral.


PÁGINAS: 81
RESUMO:

As organizações possuem responsabilidades que incluem remunerar seus acionistas e se estendem ao bem estar social. Diante disso, a Corporate Social Performance (CSP) ou Performance Social Corporativa procura medir comportamentos organizacionais socialmente requeridos, ou seja, é uma proxy do atendimento das demandas sociais. Trata-se de um constructo originado na década de 1970 que nos últimos anos alcançou grande interesse acadêmico. Uma parcela dos estudos sobre a CSP envolve sua relação com o desempenho organizacional (DO). Apesar de inúmeros estudos, essa temática não está plenamente esclarecida. Deficiências teóricas e metodológicas, assim como a omissão de variáveis mediadoras foram apontadas como causas para explicar as divergências encontradas nos estudos anteriores. Nesse sentido, desde a década de 1990, a Teoria dos Stakeholders (TS) tem sido sistematicamente utilizada na avaliação dessa relação. Mais recentemente, de forma complementar e não conflitante com a TS, os recursos internos, elemento central da Resource-Based View (RBV), também passaram a figurar como mediadores da relação entre CSP e DO. Entretanto, seus efeitos nessa relação não estão integralmente esclarecidos, o que sugere a realização de novos estudos. Em função de sua relevância econômica, ética e ambiental, o segmento de farmácias magistrais se mostra adequado para estudos que envolvam a CSP. Dessa forma, o objetivo principal desta tese foi avaliar os efeitos dos recursos internos na relação entre CSP e DO de farmácias magistrais brasileiras. Dada a indisponibilidade de dados sobre recursos internos, CSP e DO de farmácias magistrais, optou-se por mensurar esses constructos através das percepções de seus gestores. Assim, foi desenvolvida uma revisão sistemática da literatura sobre como as percepções de stakeholders foram usadas para avaliar a CSP. Dentre os achados dessa revisão, o Modelo de Carroll (1979) foi o mais usado em estudos anteriores e, por isso, suas dimensões foram utilizadas como base para a mensuração da CSP na presente tese. Os recursos internos foram selecionados da tipologia cunhada por Barney e Hesterly (2011) e o DO combina indicadores financeiros e não financeiros. O questionário foi apreciado por um grupo de especialistas em reuniões de grupos focais. A pesquisa se caracteriza como hipotético-dedutiva, de natureza aplicada, descritiva, quantitativa, transversal e quanto aos procedimentos, como survey. O plano de coleta de dados prevê uma amostra estratificada por região brasileira. A técnica de análise de dados a ser utilizada é a modelagem de equações estruturais.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - GREICI SARTURI
Presidente - 349782 - AFRANIO GALDINO DE ARAUJO
Externa à Instituição - MARLI DE FATIMA FERRAZ DA SILVA TACCONI - IFRN
Externo ao Programa - 1149626 - MAURO LEMUEL DE OLIVEIRA ALEXANDRE
Notícia cadastrada em: 27/11/2019 08:12
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao