Banca de QUALIFICAÇÃO: JULIANA EMANUELLE DA COSTA ANDRADE ALVES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JULIANA EMANUELLE DA COSTA ANDRADE ALVES
DATA : 26/02/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Remoto (videoconferêcia)
TÍTULO:

INFLUÊNCIA DOS CICLONES EXTRATROPICAIS NO CONTEÚDO ELETRÔNICO TOTAL IONOSFÉRICO NAS REGIÕES SUL E SUDESTE DO BRASIL


PALAVRAS-CHAVES:

TEC, ciclones extratropicais, GNSS, Ionosfera


PÁGINAS: 54
RESUMO:

Nos últimos anos, várias pesquisas vêm mostrando evidências de perturbação do Conteúdo Eletrônico Total (TEC) ionosférico devido a sistemas meteorológicos de escala sinótica originados na troposfera. Entre os principais sistemas convectivos atuantes no Brasil estão os ciclones extratropicais, distúrbios de intenso desenvolvimento vertical que podem acarretar essa perturbação na ionosfera. Visto que a ionosfera é o meio de propagação de ondas essencial para as telecomunicações de um modo geral, alterações sofridas por essa região ocasionam degradação e até perda dos sinais transmitidos, se fazendo necessário compreender tais variabilidades. Com o objetivo de identificar a influência dos ciclones extratropicais no conteúdo eletrônico total ionosférico, apresentamos neste trabalho a metodologia para identificar e quantificar esse efeito através do cálculo do TEC, bem como sua visualização por meio de mapas de distribuição dessa variável no espaço e no tempo. Para tal fim, serão selecionados três ciclones extratropicais de intensidades diferentes, e que afetaram as regiões Sul e Sudeste do Brasil. A metodologia consiste em utilizar um algoritmo de identificação e rastreio que capta a região de baixa pressão atmosférica característica dos ciclones por meio do gradiente da pressão ao nível médio do mar, considerando também o parâmetro de Okubo Weiss. Entre os ciclones obtidos pelo algoritmo, serão selecionados os ciclones ocorridos em períodos geomagneticamente calmos. Em seguida, serão analisados dados de TEC fornecidos por estações receptoras de GNSS localizadas na trajetória dos ciclones e em suas adjacências. Os dados de TEC resultantes de cada ciclone serão comparados com a média dos dias mais calmos, como também com o comportamento dos parâmetros meteorológicos priorizados nesse estudo. Por fim, as variações de TEC dos três ciclones em questão serão confrontadas entre si. Portanto, espera-se assim, observar anomalias no TEC devido ao efeito das ondas de gravidade geradas pelos fenômenos meteorológicos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2411277 - MANILO SOARES MARQUES
Interno - 1808127 - JOSE HENRIQUE FERNANDEZ
Externo ao Programa - 348011 - GILVAN LUIZ BORBA
Externa ao Programa - 1914304 - KELLEN CARLA LIMA
Notícia cadastrada em: 18/02/2021 14:10
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao