Banca de QUALIFICAÇÃO: ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANA RAFAELA LUZ DE AQUINO
DATA: 21/10/2011
HORA: 14:30
LOCAL: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PATOLOGIA ORAL
TÍTULO:

Expressão  de VEGF-C, VEGFR-3, HIF-1α e mensuração da densidade linfática em carcinomas epidermóides de lábio inferior metastáticos e não-metastáticos: uma relação com parâmetros clínico-patológicos


PALAVRAS-CHAVES:

Carcinoma epidermóide lábio inferior, Metástase, HIF-1α, VEGF-C, VEGFR-3, Densidade linfática.


PÁGINAS: 120
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
SUBÁREA: Clínica Odontológica
RESUMO:

O carcinoma epidermóide (CE) de lábio inferior é uma das lesões malignas mais comuns da região oral e maxilofacial. Diagnosticado em fases iniciais, o prognóstico para estes tumores é considerado bom, com mais de 90% dos pacientes exibindo sobrevida de 5 anos. Entretanto, quando são identificadas metástases linfonodais cervicais no momento do diagnóstico, a taxa de sobrevida dos pacientes, em 5 anos, pode se reduzir a apenas 30%, configurando um pior prognóstico. Dentre os diversos mecanismos envolvidos no desenvolvimento de metástase linfonodal em neoplasias malignas epiteliais, destaca-se a linfangiogênese. Neste processo, estudos têm enaltecido a atuação do fator-1 induzido por hipóxia (HIF-1), do fator de crescimento endotelial vascular-C (VEGF-C) e do receptor tipo 3 do VEGF (VEGFR-3). Em carcinomas epidermóides orais, maiores expressões do VEGF-C, do VEGFR-3 e da subunidade HIF-1α, responsável por estabilizar o fator de transcrição HIF-1 e determinar sua atividade biológica, têm sido associadas com a presença de invasão linfática, metástase linfonodal regional, estadiamento clínico mais avançado e menor índice de sobrevida dos pacientes. De forma similar, maiores densidades linfáticas em carcinomas epidermóides orais têm revelado associação com a presença de metástase linfonodal regional e estadiamento clínico mais avançado. Apesar destas evidências sobre a participação de HIF-1α, VEGF-C e VEGFR-3 no desenvolvimento de metástases linfonodais em carcinomas epidermóides orais, até o momento, o envolvimento destas proteínas no processo metastático em carcinomas epidermóides de lábio inferior permanece pouco compreendido. Dessa forma, é objetivo deste experimento, detectar e quantificar as expressões das proteínas HIF-1α, VEGF-C e VEGFR-3, correlacionando-as com a densidade linfática tumoral, em uma série de casos de carcinomas epidermóides de lábio inferior metastáticos e não-metastáticos. Com isto, pretende-se contribuir com mais esclarecimentos a respeito dos mecanismos subjacentes ao desenvolvimento de metástases nestas lesões.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CASSIANO FRANCISCO W. NONAKA - UEPB
Interno - 344668 - LEAO PEREIRA PINTO
Interno - 346077 - LELIA BATISTA DE SOUZA
Notícia cadastrada em: 13/10/2011 11:37
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao