Banca de QUALIFICAÇÃO: LUCIANA ELOISA DA SILVA CASTRO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LUCIANA ELOISA DA SILVA CASTRO
DATA : 02/06/2017
HORA: 14:30
LOCAL: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PATOLOGIA ORAL
TÍTULO:

RELAÇÃO ENTRE POLIMORFISMOS DO GENE HIF-1α COM A ANÁLISE DA EXPRESSÃO IMUNOISTOQUÍMUCA DO VEGF165 E DO VEGF165b EM LESÕES DE LÍQUEN PLANO ORAL E PÊNFIGO VULGAR


PALAVRAS-CHAVES:

Líquen Plano Oral; Pênfigo; Neovascularização Patológica; Imuno-histoquímica; Polimorfismo Genético.


PÁGINAS: 62
RESUMO:

O Líquen Plano Oral e o Pênfigo Vulgar são doenças imunológicas crônicas mucocutâneas de etiologias desconhecidas que podem acometer a mucosa oral. A angiogênese exerce um importante papel no crescimento e na progressão tumoral e, entre todos os tipos de VEGFs, o VEGF-A é a proteína angiogênica mais potente tanto na angiogênese normal quanto na patológica. O splicing alternativo do éxon 8 dá origem a duas famílias conhecidas de proteínas isofórmicas, uma desempenhando papel angiogênico, VEGFxxxa, e outra um papel antiangiogênico, VEGFxxxb. O HIF-1 tem um papel central em uma grande quantidade de processos biológicos (angiogênese e carcinogênese), alguns dos quais ocorrem em condições de hipóxia. Os polimorfismos do HIF-1α, C1772T/G1790A, consistem de substituições de nucleotídeos de C para T e de G para A, respectivamente, nas posições 1772 e 1790 do éxon 12 do HIF-1α. Os mecanismos pelos quais esses SNPs promovem a ativação da transcrição do HIF-1α, mesmo sob condições de normóxia, ainda são desconhecidos, porém sugerem ter um efeito importante e independente na angiogênese patológica. A análise das proteínas relacionadas com a hipóxia e a angiogênese implicam que elas podem desempenhar uma função notória na patogênese do líquen plano oral e de outras doenças autoimunes inflamatórias como o pênfigo vulgar. Ademais, com o estudo do processo angiogênico nessas lesões tem-se a possibilidade de se aprimorar o entendimento do mecanismo patogênico nas mesmas. Este trabalho tem o objetivo de avaliar se o polimorfismo no gene HIF-1α (C1772T e G1790A) está associado ao risco de desenvolvimento do LPO e do PV, bem como avaliar a sua relação com a expressão imunoistoquímica do VEGF165 (angiogênico) e do VEGF165b (antiangiogênico) em uma série de casos dessas lesões, na tentativa de melhor compreender a patogênese, progressão, além da autoperpetuação dessas doenças autoimunes crônicas inflamatórias.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1258707 - ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
Interno - 1298808 - MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
Interno - 350484 - ROSEANA DE ALMEIDA FREITAS
Notícia cadastrada em: 11/05/2017 07:23
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao