Banca de DEFESA: THAIS ALINE OLIVEIRA MACIEL

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: THAIS ALINE OLIVEIRA MACIEL
DATA: 26/02/2014
HORA: 14:30
LOCAL: DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA
TÍTULO:

ESTUDO DA INFLUÊNCIA DE LINFÓCITOS TCD-8 E DAS CÉLULAS NK EM CASOS DE CARCINOMA EPIDERMÓIDE DE LÁBIO INFERIOR E SUA RELAÇÃO COM A PROGRESSÃO DA LESÃO


PALAVRAS-CHAVES:

Carcinoma de Células Escamosas. Células Matadoras Naturais. Linfócitos. Radiação Solar.


PÁGINAS: 89
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
SUBÁREA: Clínica Odontológica
RESUMO:

A presença de células inflamatórias dentro do microambiente tumoral exerce um papel dual podendo contribuir tanto para a progressão como para a inibição do crescimento do tumor. Estudos recentes sugerem que a qualidade, e não a quantidade, do infiltrado inflamatório é o determinante mais importante para o prognóstico. Portanto, as células TCD8 e as células natural killer (NK), são as principais células efetoras no combate do câncer. O objetivo desse trabalho foi avaliar, através do estudo imunoistoquímico, a expressão do linfócitos TCD8 e das células NK em carcinoma epidermóide (CE) de lábio inferior e sua relação com a progressão da lesão.A amostra foi composta por 32 espécimes de CE de lábio inferior, dos quais 16 apresentavam metástase linfonodal regional, e os 16 restantes, livres de metástase. O total de células positivas no front de invasão foram avaliados de forma quantitativa e os resultados obtidos foram relacionados com estadiamento clínico TNM, gradação histopatológica de malignidade e fatores prognósticos. Observou-se para o grupo com metástases, prevalência dos estágios III e IV (p<0,0001). A maioria dos casos com metástases, apresentavam alto grau de malignidade (p=0,006). A maioria dos casos classificados como de alto grau de malignidade apresentavam estágios III e IV (p=0,032). Do total da amostra, houve três casos com recidiva e cinco com óbito, no entanto essas variáveis não apresentaram diferença estatisticamente significativa quando associadas a parâmetros clinico-patológicos. A imunoexpressão do CD8 e do CD57, respectivamente, não apresentaram associação estatisticamente significativa com nenhum dos parâmetros clínico –patológicos estudados, metástases (p=0,346; p=0,622); estadiamento clínico TNM (p=0,146; p=0,576) gradação histológica de malignidade (p=0,936; p=936); recidiva (p=0,075; p=0,075) e óbito (p=0,897; p=0,856). Acreditando na função que o sistema imunológico possui frente a células malignas, conclui-se que os linfócitos TCD8 e as células NK, estariam atuando no controle da progressão de neoplasias malignas, mas não de forma isolada.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 344668 - LEÃO PEREIRA PINTO
Interno - 1258707 - ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
Externo à Instituição - GUSTAVO PINA GODOY - UEPB
Notícia cadastrada em: 21/02/2014 14:47
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao