Apresentação

Programa de Pós-Graduação em Bioinformática

As Ciências da Vida, especialmente ramos da biomedicina e da saúde estão se tornando “ciências intensivas de dados”. Hoje temos um enorme volume e diversidade de dados complexos, multidimensionais, pobremente estruturados e com ruídos. Isto tem criado uma crescente necessidade de análise integrativa e de modelagem destes dados. No entanto, eles devem ser analisados por meio da lente biológica, levando em consideração as particularidades dos sistemas vivos. É neste contexto que a Bioinformática atua, representando atualmente um dos pilares das ciências da vida e da indústria que mais cresce globalmente, a Biotecnologia.

Apesar de tamanha importância, existe uma carência de profissionais na área devido principalmente à sua natureza multidisciplinar e à competição do mercado de tecnologia da informação. A carência de recursos humanos faz-se sentir em duas frentes. Na academia a escassez de bioinformatas traz sérios prejuízos ao desenvolvimento das outras áreas das ciências da vida, entre elas a medicina. A segunda frente representa o setor produtivo onde a presença de profissionais de bioinformática faz-se cada vez mais necessária. A bioinformática cresceu em importância nos últimos anos com o desenvolvimento das tecnologias de sequenciamento de DNA e de proteômica e estima-se que o gargalo gerado pela falta de recursos humanos se tornará ainda mais crítico nos próximos anos e décadas.

Foi exatamente para suprir tais carências, tanto na região Nordeste como no Brasil, que o Instituto Metrópole Digital (IMD-UFRN) criou o Programa de Pós-Graduação em Bioinformática (PPg-Bioinfo). O programa foi aprovado pela CAPES em 2015 e iniciou suas atividades em fevereiro de 2016, com conceito 5. Trata-se de um programa multidisciplinar, que envolve professores e pesquisadores de diversas áreas de atuação, como o IMD, Instituto do Cérebro, Departamentos de Bioquímica, Biofísica, Genética, Computação e Automação, Farmácia e Engenharia Elétrica, totalizando 30 professores (permanentes+colaboradores), sendo 23 da UFRN, 6 de outras instituições de ensino superior do país (USP, UFMG, UFRGS, UFPB e UERN) e um da Universidade do Chile (UChile).


Área de concentração e linhas de pesquisa

1)    Área de concentração: Bioinformática

2)    Linhas de pesquisa:

Genômica: Processamento, integração e análise de dados oriundos das novas tecnologias de sequenciamento.

Biologia de sistemas: Modelagem matemática e computacional para a integração de dados biológicos com o objetivo de aumentar o grau de compreensão sobre sistemas complexos.

Desenvolvimento de produtos e processos: Suporte e inovação para novas e já existentes empresas de biotecnologia e para outros setores de produção.


Mestrado Acadêmico

1) Objetivo do Curso

No atual ritmo de crescimento da bioinformática no país, espera-se um aumento considerável na demanda por profissionais com título de mestre. Objetivamos com o estabelecimento de um mestrado acadêmico alimentar um ciclo produtivo composto por i) o próprio programa de doutorado em Bioinformática, ii) outros programas de doutorado em áreas relacionadas (por exemplo: Bioquímica, Renorbio, Ciências da Saúde na UFRN e outros cursos nas demais IES do país) e iii) o setor produtivo do Rio Grande do Norte e de outros estados do Norte/Nordeste). Dentro desse contexto, o programa irá oferecer disciplinas que capacitarão os alunos tanto a ingressar em programas de doutorado bem como atuar no setor produtivo. A grade curricular do curso de mestrado tem como objetivo oferecer aos alunos os instrumentos necessários tanto para a execução dos seus respectivos projetos bem como sua inserção no mercado de trabalho relacionado à área.

2) Perfil do Egresso

Mestres em Bioinformática serão capazes de disseminar o conhecimento no ensino de

graduação e ministrar treinamento em vários aspectos da  Bioinformática. Espera-se também que os mestres formados sejam capazes de atuar no setor produtivo nas áreas de saúde, agricultura, carcinicultura, entre outras. O peso dado ao empreendedorismo no programa permitirá que egressos do mesmo sejam também capazes de atuar no estabelecimento de startups.

 

Doutorado

1) Objetivos do Curso

O principal objetivo do doutorado no programa proposto é formar cientistas e professores com sólida formação em Bioinformática. Objetiva-se que os alunos tenham também uma menor carga horária obrigatória e possam escolher disciplinas mais customizadas aos seus interesses científicos. Vale ressaltar que o empreendedorismo continuará sendo um aspecto importante na formação dos alunos do doutorado e espera-se que entre os egressos vários possuam atuar como empreendedores criando startups na área.

2) Perfil do egresso

Doutores em bioinformática serão capazes de desenvolver projetos de pesquisa científica de forma independente desenvolvendo novos conceitos e gerando inovação tecnológica.  Os doutores formados poderão atuar como docentes em programas de graduação, pós-graduação “lato sensu” e “stricto sensu” e em cursos avançados na área de Bioinformática. O peso dado ao empreendedorismo no programa permitirá que egressos do mesmo sejam capazes de atuar no estabelecimento de “startups”.


Endereço:

Programa de Pós-Graduação em Bioinformática (PPg-Bioinfo)

Sede do Centro Multiusuário de Bioinformática do Instituto Metrópole Digital (BioME)

Av. Odilon Gomes de Lima 1722

Bairro: Capim Macio, CEP 59078-400

Natal, RN, Brasil.


Contatos:

E-mail: bioinfo@imd.ufrn.br

Telefones: +55 (84) 99480-6818 (Whatsapp) / +55 (84) 3342-2216 - Ramal 123

Página oficial do programa: http://bioinformatica.imd.ufrn.br/


Horário de atendimento:

Acadêmico e Administrativo: Segunda a Sexta-feira, das 7h30 às 12h00 e das 12h30 as 16h.

Setor de TI: Segunda, Quarta e Sexta: das 8h às 12h e das 13h às 18h30; Terça e Quinta: das 8h30 às 10h30 e das 13h30 às 16h30.

 


Servidores:

Jessica Petrovich (jessicapetrovich@imd.ufrn.br) - secretária administrativa

Aldo Carielo do Nascimento Filho (aldo.nascimento@imd.ufrn.br) - administrativo

Guilherme Fernandes de Araújo (guilherme.araujo@imd.ufrn.br) - analista de TI


Endereço Alternativo


Coordenação do Programa

SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa20-producao.info.ufrn.br.sigaa20-producao