Notícias > DIVULGAÇÃO DO MINICURSO “PENSAR DE MANEIRA POLÍTICA DESDE O SUL GLOBAL”

DIVULGAÇÃO DO MINICURSO “PENSAR DE MANEIRA POLÍTICA DESDE O SUL GLOBAL”

 

MINICURSO: Prof.a Suze Piza (UFABC): "Pensar de maneira política desde o Sul Global"

QUANDO E ONDE: 16, 17 e 18 de Abril, de 15h a 18h, no auditório B do CCHLA (UFRN – Natal).

 

INSCRIÇÕES: Pelo SIGAA.

 

RESUMO: Há uma tradição rica e abrangente no Sul Global, em especial na América Latina, que elabora uma teoria política desde as demandas concretas dos povos e enfrenta, a partir de suas teses confrontadas com a realidade, as ficções criadas pelo liberalismo acerca do conceito do político, dos sujeitos políticos e da democracia que ainda ocupam o imaginário político Ocidental. O curso consiste na apresentação de conceitos estruturantes dessa tradição, suas principais teses e leitura mediada de trechos de textos de alguns de seus referenciais (como Enrique Dussel, Ernesto Laclau, Chantal Mouffe, Nelson Maldonado Torres e outros).


PALAVRAS-CHAVE: campo do político, Sul Global, pensar politicamente.

 

OBJETIVOS: Apresentar referenciais e modos de pensar a política a partir do Sul Global; Apresentar a crítica à racionalidade e imaginário liberais presente nestas pensadoras e pensadores; Discutir a epistème que antecede a Filosofia política como conhecimento consolidado e delinear novos operadores conceituais para pensarmos politicamente; Introduzir os/as estudantes nas teorias de Enrique Dussel, Chantal Mouffe, Ernesto Laclau e Nelson Maldonado Torres; Apresentar referencial teórico para estudo posterior e aprofundamento da compreensão desta tradição.

 

RESULTADOS ESPERADOS:

 

1. Abrir espaço para a comunidade interna e externa da UFRN para acessar conhecimento científico e filosófico produzido nos espaços das Universidades;

2. Introduzir estudantes em referenciais teóricos, seus conceitos e teses, que permita um pensamento situado com interfaces globais;

3. Garantir no âmbito da formação filosófica o aumento da multiplicidade epistemológica;

4. Apresentar ao longo do curso indicações bibliográficas que possibilitem abrir espaço para produções teóricas e práticas desde o Sul Global.

 

Programa e bibliografia básica:

 

1. Pensar a política de maneira política;

2. A corrupção do campo do político;

3. Política como tarefa comunitária;

4. Desfetichização do poder e as instituições democráticas como mediação;

5. Poder obediencial como parâmetro e vontade-de-vida como determinação;

6. As teorias políticas como articulação de determinações da realidade - o processo de conversão de determinações em categorias analíticas;

7. O imaginário liberal, o pacto narcísico e o papel do sujeito racional na destruição do político;

8. Democracia radical, identidades coletivas e "consenso" comunitário ou popular;

9. Necessidades, demandas e desejos - a construção de nós-eles/povo como efeito;

10. Vínculo comunitário, laços interespecíficos e criação de condições de possibilidade para a produção e reprodução da vida;

 

Referências:

DUSSEL, E. 20 teses de política, São Paulo: Expressão popular, 2006.

 

DUSSEL, Enrique. Política de la liberación: arquitectónica. Madrid: Trotta, 2009.

 

DUSSEL, Enrique. 16 Tesis de economía política: interpretação filosófica. México: Siglo Veintiuno, 2014.

 

DUSSEL, E. Carta aos indignados, Colônia de Santa Cruz: La Jornada, 2011

 

LACAN, J. A identificação. Recife: Centro de Estudos Freudianos do Recife, 2003.

LACLAU, E. Prefacio. In: ZIZEK, S. El sublime objeto de la ideologia. BsAs: Siglo XXI Editores, 2009.
p 11-19.

LACLAU. La razón populista. BsAs: FCE, 2008.


LACLAU, Ernesto; MOUFFE, Chantal. Hegemonía y estrategia socialista: hacia una radicalización de la democracia. Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica. 2004.

LACLAU, Ernesto. Identidad y hegemonía: el rol de la universalidad en la constituición de lógicas políticas. In: BUTLER, Judith; LACLAU, Ernesto; ZIZEK, Slavoj. Contingencia, Hegemonía, Universalidad: Diálogos contemporáneos en la izquierda. Buenos Aires: Fondo de Cultura
Económica, 2003.

LACLAU, Ernesto; MOUFFE, Chantal. Posmarxismo sin pedido de disculpas. In: LACLAU, Ernesto. Nuevas Reflexiones Sobre la Revolución de Nuestro Tiempo Buenos Aires: Nueva Visión,
2000.

LACLAU, Ernesto. Emancipación y diferencia Buenos Aires: Ariel, 1996.


LACLAU, E. Los Fundamentos Retóricos de la Sociedad. Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica, 2014.

MERLIN, Nora. Populismo y psicoanálisis. Buenos Aires: Letra Viva, 2014.

MERLIN, Nora. Colonización de la subjetividad: los medios masivos de comunicación en la época del biomercado. Buenos Aires: Letra Viva, 2017.

MERLIN, Nora. Mentir y colonizar: obediencia inconsciente en la subjetividad neoliberal. Buenos
Aires: Letra Viva, 2019.

MOUFFE, Chantal. O regresso do político. Tradução de Ana Cecília Simões. Lisboa: Gradiva, 1996.

MOUFFE, Chantal. Por um modelo agonístico de democracia. Traduzido por Pablo Sanges´Ghuetti. In: Revista de Sociologia e Política: dossiê Democracias e Autoritarismos, n. 25, Curitiba: UFPR, Nov/2005, p. 11-23.

MOUFFE, Chantal. Sobre o político, São Paulo: Martins Fontes, 2015.

 

PEREZ, Daniel Omar.  O populismo, a massa e a afetividade, Conjectura: Filos. Educ., v. 23, n. especial, dossiê Ética e democracia


Notícia cadastrada em 16/02/2024 10:00  
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao