Banca de DEFESA: ANA CALINE ESCARIÃO DE OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA CALINE ESCARIÃO DE OLIVEIRA
DATA : 27/08/2021
HORA: 15:30
LOCAL: Sala de videoconferência do Google:meet.google.com/gsb-zuas-ekn
TÍTULO:

BUÁTECH 2.0 - Versão Embarcada e Inteligente da Babá Eletrônica para Pais Surdos


PALAVRAS-CHAVES:

Buátech, babá eletrônica, surdos, reconhecimento de choro, tecnologia assistiva.


PÁGINAS: 43
RESUMO:

A existência de famílias mistas, onde há a convivência entre pessoas com e sem deficiência pode superar as estatísticas em números reais. Quando se trata da surdez, esta relação apresenta cenários particulares uma vez que os indivíduos surdos enfrentam dificuldades para executar atividades cotidianas, como por exemplo, identificar quando um filho recém-nascido está chorando. Vale ressaltar que no Brasil, há 10,7 milhões de pessoas com deficiência auditiva, desse total, 2,3 milhões têm deficiência severa, a surdez, que atinge 54% de homens e 46% de mulheres, onde 2 em cada 3 brasileiros que possuem deficiência auditiva, afirmam ter dificuldade para realizar alguma atividade cotidiana (Instituto Locomotiva, 2019). Diante desta perspectiva desenvolveu-se a Buátech, um dispositivo de tecnologia assistiva que identifica o choro de bebê, similar a uma babá eletrônica, mas diferenciando-se destas por ser pensada e desenvolvida para o uso por pais surdos. O desenvolvimento preliminar da Buátech, em meio acadêmico (objeto de TCC no Curso de Design da UFPB) propiciou respostas positivas em relação a implementação de uma solução de baixo custo, dando origem a protótipos rudimentares (ainda não completamente funcionais), onde foram implementados o uso de componentes eletrônicos genéricos não otimizados. O projeto encontra-se com pedido de patente depositado e um registro de desenho industrial concedido, registrados respectivamente, sob os números BR102015012753-7 e BR302015002055-5. Diante desses resultados, o produto foi apresentado à comunidade surda e recebido de uma forma positiva, então enxergou-se uma janela de oportunidade na área da Tecnologia Assistiva. Considerando este cenário, como proposta desta dissertação foi vislumbrado o aperfeiçoamento da Buátech, fazendo uso de tecnologias embarcadas, processamento digital de sinais e aprendizado de máquina para posteriormente avaliar a sua viabilidade técnica. Para isso através de técnicas de inteligência artificial, foram desenvolvidos e avaliados quatro protótipos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 6350797 - EDGARD DE FARIA CORREA
Interno - 1323908 - JOAO CARLOS ALCHIERI
Externo à Instituição - FÁBIO MORAIS BORGES - UFPB
Externo à Instituição - KLÉBER DA SILVA BARROS - UFPB
Notícia cadastrada em: 24/08/2021 13:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa20-producao.info.ufrn.br.sigaa20-producao