Banca de QUALIFICAÇÃO: FELIPE MACEDO ZUMBA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FELIPE MACEDO ZUMBA
DATA : 25/06/2019
HORA: 14:30
LOCAL: sala 4
TÍTULO:

Business Intelligence na formulação de políticas públicas


PALAVRAS-CHAVES:

Segurança Pública; Mineração de Dados; Políticas Públicas; Business Intelligence.


PÁGINAS: 60
RESUMO:

Haja vista as elevadas taxas de criminalidade no Brasil, que entre 2015 a 2018 só aumentaram, percebe-se que muitas unidades federativas que antes gozavam do status de tranquilidade passaram a sofrer com o aumento dos índices de violência. Um desses casos é o do Rio Grande do Norte (RN), que segundo o relatório elaborado pela ONG Seguridad, Justicia y Paz (2018), Natal é apontada como a cidade mais violenta do Brasil e a 10° mais violenta do mundo. O presente trabalho tem como objetivo geral de estudar essa problemática a partir da percepção da população quanto aos tipos de crimes que mais ocorrem em seu cotidiano. O intuito desse estudo consiste em investigar metodologias de mineração de dados para mitigar os problemas referentes à segurança pública, cujos resultados podem contribuir para futuras políticas públicas a partir de análise de dados que possam fundamentar a tomada de decisão dos agentes públicos. Nessa direção, os dados foram coletados de forma detalhada, focando em cada uma das quatro mesorregiões do estado, com vistas a verificar os principais possíveis gargalos de forma regionalizada, o que termina por facilitar eventuais medidas do governo. Com o propósito de ampliar a coleta de dados, foi feita uma parceria entre a Associação dos Delegados da Polícia Civil do Rio Grande do Norte - ADEPOL-RN e a Incubadora de Processos Acadêmicos, Científicos e Tecnológicos Aplicados - inPACTA, incubadora de empresas da ECT-UFRN. A metodologia teve a finalidade de extrair ao máximo a percepção da população sobre a segurança pública, as necessidades de cada região, bem como as ações e medidas que são vistas como prioridades na área, foi devidamente coletada por um questionário feito no google forms. Para aumentar a adesão da população a essa pesquisa foi feita uma campanha publicitária amplamente divulgada nos meios de comunicação, entre agosto e setembro de 2018. Foram analisadas mais de 7000 respostas, por meio da aplicação de técnicas de mineração de dados. Por fim, pôde-se concluir que a análise dos dados indicam que a aplicação de técnicas de mineração de dados podem configura-se com elemento-estrurante na formulação de políticas públicas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1753123 - CARLOS ALEXANDRE CAMARGO DE ABREU
Interno - 1753067 - EFRAIN PANTALEON MATAMOROS
Interno - 1544724 - GLAUCIO BEZERRA BRANDAO
Interno - 1282620 - HENRIQUE ROCHA DE MEDEIROS
Interna - 1753896 - ZULMARA VIRGINIA DE CARVALHO
Notícia cadastrada em: 06/06/2019 14:38
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa16-producao.info.ufrn.br.sigaa16-producao