Banca de QUALIFICAÇÃO: PABLO RUDÁ FERREIRA BARROS DE SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PABLO RUDÁ FERREIRA BARROS DE SOUZA
DATA : 13/12/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

USO DO EXTRATO DO TANINO COMO CORANTE NATURAL PARA O PROCESSO DE PLASTINAÇÃO


PALAVRAS-CHAVES:

Plastinação; Pigmentos; Anatomia Humana; Ensino de Anatomia


PÁGINAS: 80
RESUMO:

A anatomia, conhecida há vários séculos, é uma disciplina de extrema importância na formação de profissionais na área da saúde. A utilização de cadáveres, que é essencial para seu ensino, faz repercutir discussões amplas sobre a maneira mais eficiente para utilização dessas peças. Atualmente, a maneira mais comum de ensino da anatomia é com conservação das peças cadavéricas conservadas em formaldeído, substância química, volátil com odor desagradável, e que causa irritabilidade nas vias respiratórias e na região dos olhos. Uma técnica inovadora desenvolvida pelo médico alemão Dr. Von Hagens em 1977, chamada de plastinação, favorece a minimização desses efeitos indesejados causados pelo formol. Essa técnica consiste na impregnação de polímeros de silicone, epóxi ou poliéster nos tecidos biológicos, retirando antes a gordura e a água ali presente, por meio da desidratação. Essa técnica possibilita uma maior durabilidade das peças cadavéricas e o torna com aspecto mais próximo ao natural. Por não apresentar substâncias conservadoras que causam malefícios à saúde, a plastinação facilita o manuseio e uso de peças cadavéricas para fins didáticos e científicos. Para que a visualização das estruturas se torne mais evidente, utiliza-se corantes específicos, bem como, a pintura das peças. Com isso se faz necessário o desenvolvimento de um protocolo de coloração dos tecidos musculares, associado à técnica de plastinação, tornando a técnica ainda mais eficiente. Com isso, o objetivo do presente trabalho é utilizar corante extraído da casca do pau-brasil (Paubrasilia echinata) na técnica de plastinação. Para isso, será utilizado métodos de alocação do corante em etapas diferentes do processo de plastinação, bem como sua associação com substâncias desidratantes distintas, os quais utilizará acetona ou álcool etílico. A fim de avaliar a melhor eficiência do corante para produção de protocolo adequado no processo de plastinação. O que tornará o ensino da anatomia humana mais eficiente.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 4363493 - EXPEDITO SILVA DO NASCIMENTO JUNIOR
Interno - 1076490 - FERNANDO VAGNER LOBO LADD
Interno - 3550124 - JUDNEY CLEY CAVALCANTE
Notícia cadastrada em: 03/12/2021 12:58
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa28-producao.info.ufrn.br.sigaa28-producao