Banca de DEFESA: ALEXANDRA SILVA DE LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ALEXANDRA SILVA DE LIMA
DATA : 23/12/2020
HORA: 14:00
LOCAL: meet.google.com/wvj-jmso-boy
TÍTULO:

Proposta de Matriz de Competências Comuns para a prática interprofissional no cuidado às pessoas em situação de violência sexual


PALAVRAS-CHAVES:

Violência Sexual; Relações Interprofissionais; Determinação de Necessidades de Cuidados de Saúde; Educação Superior.


PÁGINAS: 62
RESUMO:

A violência sexual contra crianças, adolescentes e mulheres é um grave problema social e de saúde pública na atualidade. A atenção a estas pessoas requer atuação de profissionais dotados não apenas de conhecimentos técnicos pertinentes, mas também de habilidades e atitudes que possibilitem um cuidado efetivo e integrado. Reconhecendo a importância crucial da educação e do trabalho interprofissional para o enfrentamento deste relevante problema, o objetivo deste trabalho foi construir uma proposta de Matriz de Competências Comuns para a prática interprofissional no cuidado às pessoas em situação de violência sexual. Realizamos estudo observacional descritivo, com abordagem qualitativa, que utilizou a pesquisa-ação como percurso metodológico. A metodologia compreendeu a realização de oficina com 76 participantes de diferentes profissões e áreas de atuação, para obtenção de dados escritos e representações gráficas sobre que conhecimentos, habilidades e atitudes seriam necessários para a atenção às pessoas em situação de violência sexual. Com o mesmo objetivo, foi aplicado questionário com questões abertas a uma amostra constituída por 32 profissionais que atuam nos serviços de referência para atendimento às pessoas em situação de violência sexual no Rio Grande do Norte. A partir da análise dos dados coletados por meio das técnicas de Análise de Conteúdo Temática Categorial e Discurso do Sujeito Coletivo foi proposta uma matriz com 15 competências comuns para a prática interprofissional. O produto contendo as competências e seus conhecimentos, habilidades e atitudes relacionados foi representado através de infográfico de disposição radial. Dentre os atributos considerados essenciais ao desenvolvimento da maioria das competências comuns estabelecidas, os resultados apontam: “entender a importância do trabalho em equipe com profissionais de várias áreas para a rede de cuidado”(conhecimento), “atender com agilidade e presteza às pessoas em situação de violência sexual” (habilidade) e “estar disponível para a prática do trabalho em equipe” (atitude). Estes atributos reforçam a importância da intersetorialidade e da educação e do trabalho interprofissional para o enfretamento do problema da violência sexual. Adicionalmente, os resultados revelam desafios importantes para a educação das profissões da saúde, tendo em vista que as competências delineadas demandam conhecimentos, habilidades e atitudes que são transversais à operacionalização dos currículos. Conclui-se que a proposta de Matriz de Competências Comuns poderá contribuir para alicerçar a prática interprofissional em cenários de atuação e de aprendizagem nos serviços de atenção às pessoas em situação de violência sexual no Rio Grande do Norte. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3242546 - REGINALDO ANTONIO DE OLIVEIRA FREITAS JUNIOR
Interno - 1348383 - GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
Externa ao Programa - 2249092 - ANA LUIZA DE OLIVEIRA E OLIVEIRA
Externa à Instituição - CRISTIANE SPADACIO
Notícia cadastrada em: 19/12/2020 01:01
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao