Banca de DEFESA: TIAGO DE ALENCAR VIANA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : TIAGO DE ALENCAR VIANA
DATA : 30/11/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Vieoconferência
TÍTULO:

MATURIDADE EM GESTÃO DE RISCOS NAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR(IFES): ANÁLISE DA MATURIDADE EM IFES DO NORDESTE BRASILEIRO.


PALAVRAS-CHAVES:

Gestão de riscos, governança, controle interno.o.


PÁGINAS: 131
RESUMO:

A gestão de riscos visa complementar a administração pública no fortalecimento dos controles internos, no uso de controles de desempenho e indicadores de resultados, promovendo uma visão completa dos processos e identificando pontos fracos, pontos fortes, ameaças e oportunidades que possam ser aproveitadas. Porém trata-se de um tema emergente e com desafios para sua implementação e consolidação na Administração Pública brasileira, em especial nas Instituições Federais de Ensino Superior (IFES). Tal constatação trouxe a inquietação de pesquisa em analisar o nível de maturidade em gestão de riscos nas IFES do Nordeste brasileiro por meio do desenvolvimento de proposta de modelo de análise de maturidade em gestão de riscos em IFES. A pesquisa foi realizada em dois momentos para que os resultados esperados pudessem ser atingidos. A primeira foi a etapa exploratória na qual se levantou dados e gerou informações relevantes sobre vinte IFES do nordeste que foram analisadas. Se fez necessário levantamento documental (políticas, planos e normativos internos) e aplicação de questionários com gestores responsáveis pelo processo de estruturação da Gestão de Riscos na IFES com o objetivo de compreender o estágio de implementação da gestão de riscos e analisar seu nível de maturidade. Na segunda etapa, após a etapa exploratória, foi efetuado o estudo descritivo com a amostra de nove IFES que possuem gestão de riscos em suas estruturas e que consentiram a pesquisa. Foi realizada a análise do nível de maturidade em gestão de riscos das nove IFES. Foi enviado link com questionário no FORMS, no qual as questões e atributos (ambiente, cultura, processos, integração, indicadores de desempenho e resiliência e sustentabilidade) seguiram alternativas condizentes com níveis de maturidade trabalhados na proposta do modelo. O nível de maturidade da amostra composta por nove IFES do Nordeste brasileiro foi considerado intermediário. O nível foi considerado intermediário devido a algumas fragilidades identificadas. As fragilidades são encontradas nos aspectos referentes a integração com o planejamento estratégico, indicadores de desempenho e periodicidade de tratamento e monitoramento. As fragilidades corroboram os pontos fracos dos atributos trabalhados na segunda etapa da pesquisa: “Integração” com duas IFES discordantes, “Indicadores de desempenho”, com três IFES discordantes e “Resiliência e Sustentabilidade”.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALEX BRUNO FERREIRA MARQUES DO NASCIMENTO
Interno - 2575537 - MARCOS FERNANDO MACHADO DE MEDEIROS
Presidente - 1750458 - THIAGO FERREIRA DIAS
Notícia cadastrada em: 16/11/2021 14:41
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao