Banca de DEFESA: KOLMAR KAFRAN FRANÇA DE VASCONCELOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : KOLMAR KAFRAN FRANÇA DE VASCONCELOS
DATA : 01/03/2018
HORA: 13:30
LOCAL: Setor V - Sala D4
TÍTULO:

Comunidades de prática para a gestão do conhecimento: uma proposta de intervenção no Instituto Federal da Paraíba


PALAVRAS-CHAVES:

 

 comunidades de prática. gestão do conhecimento. administração pública.


PÁGINAS: 83
RESUMO:

Este trabalho procurou verificar a quem os servidores do Departamento de Orçamento e Finanças (DOF), do campus João Pessoa, do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), recorrem quando o cânone institucional – é dizer, os manuais, as normas, os procedimentos e treinamentos formalmente instituídos – se mostra insuficiente, inadequado ou inexistente para a formulação de soluções para os problemas enfrentados no dia a dia. Isso pois, o Planejamento Estratégico Decenal 2016-2025 institui entre suas ações a criação de comunidades de práticas e redes de conhecimento. Entretanto, a literatura aponta que essas estruturas organizacionais geralmente surgem de maneira informal quando o cânone já não dá conta de solucionar os problemas enfrentados. A literatura também aponta as comunidades de práticas como um meio de se fazer a gestão do conhecimento. Desde 2005, o IFPB tem tentado abordar a temática gestão do conhecimento, entretanto sem muito sucesso. Para a melhor compreensão dessas estruturas sociais, abordam-se, inicialmente, algumas características gerais e evolução do conceito de comunidades de práticas. A seguir, consideram-se as discussões teóricas envolvidas no uso de conceitos fundamentais para o entendimento do tema: os conceitos de comunidades de práticas e gestão do conhecimento. Também procurou-se abordar as considerações de especialistas sobre as classificações, especificidades e problemas envolvidos na criação e manutenção de comunidades de práticas. Com base nos aspectos teóricos foi elaborado um roteiro de entrevista semiestruturada aplicada com os servidores do DOF a fim de se entender como os servidores se organizam quando não é possível contar com o cânone institucional. A análise dos dados, cotejando sistematicamente com o que traz a literatura, revela que os servidores do Departamento de Orçamento e Finanças encontram em algumas comunidades de práticas o auxílio necessário na formulação de soluções para os problemas enfrentados. Entretanto, a ausência de uma política de gestão do conhecimento mais ampla e com um maior grau de externalização e formalização dificulta a captura desse conhecimento não documentado. Ao final, se propõe intervenção a fim de se implementar um modelo de gestão do conhecimento que favoreça a inovação, o compartilhamento de ideias e o desenvolvimento das comunidades de práticas, no Instituto Federal da Paraíba.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1064645 - ALINE VIRGINIA MEDEIROS NELSON
Interno - 2290876 - ANTONIO ALVES FILHO
Externo à Instituição - MARLI DE FATIMA FERRAZ DA SILVA TACCONI - IFRN
Notícia cadastrada em: 19/02/2018 15:58
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao