Banca de DEFESA: MARCUS VINICIUS FERNANDES TERTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARCUS VINICIUS FERNANDES TERTO
DATA : 19/02/2018
HORA: 11:00
LOCAL: Setor V - Sala D4
TÍTULO:

A POLÍTICA DE EXPANSÃO DAS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS: A INSERÇÃO DA REGIÃO DO TRAIRI/RN NA AGENDA GOVERNAMENTAL


PALAVRAS-CHAVES:

Agenda, Expansão, REUNI, Modelo de Fluxos Múltiplos.


PÁGINAS: 120
RESUMO:

Este trabalho teve o objetivo de analisar os fatores intervenientes no movimento de inserção da proposta de reabertura do Campus de Santa Cruz da UFRN na agenda governamental. O fechamento do Campus ocorreu na década de 1990 e sua reabertura na década de 2000, em resposta a uma solicitação popular. Por meio de um estudo de caso, pretendeu-se investigar os fatores envolvidos nas fases de definição do problema, formulação de alternativas, assim como os eventos da arena política. Para tanto, foi utilizado o Modelo de Fluxos Múltiplos, que colabora na compreensão sobre como os problemas, soluções e a política se relacionam no caso específico de uma proposta de expansão de vagas de ensino superior rumo ao interior. A pesquisa foi, então, do tipo explicativa, de abordagem qualitativa, com dados coletados por pesquisa documental e entrevistas. A análise foi procedida pela análise de conteúdo. Finalizado o trabalho, foi possível constatar a existência de uma crise nas Universidades Federais, a ocorrência, em 2003, de uma janela política na mudança de governo e um humor nacional favorável às políticas públicas progressistas na área da educação - os principais fatores que contribuíram para que o problema e a solução fossem anexados e inseridos na agenda governamental. Outros fatores que contribuíram nesse movimento foram as experiências pessoais dos atores envolvidos, as forças políticas organizadas e o fato de não existirem coalizões de oposição à proposta de reabertura do Campus. Ao final, concluiu-se que, o turnover no Governo Federal foi um elemento fundamental para a abertura de uma janela política que fez surgir um humor nacional favorável para o retorno do financiamento das políticas públicas. Além disso, identificou-se claramente no caso estudado os três fluxos abordados pelo modelo, delimitá-los, e constatar a interdependência entre eles.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 778.558.254-87 - KAIO CESAR FERNANDES - UFRN
Interno - 349728 - MARIA ARLETE DUARTE DE ARAUJO
Externo à Instituição - DENISON MURILO DE OLIVEIRA - UFERSA
Notícia cadastrada em: 15/02/2018 10:27
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa23-producao.info.ufrn.br.sigaa23-producao