Banca de QUALIFICAÇÃO: KELPS DE OLIVEIRA LIMA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : KELPS DE OLIVEIRA LIMA
DATA : 20/09/2017
HORA: 10:00
LOCAL: Sala D4 setor V
TÍTULO:

MOBILIDADE URBANA NA REGIÃO METROPOLITANA DE NATAL/RN: estudo a partir da Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU)


PALAVRAS-CHAVES:

Políticas Públicas, Mobilidade urbana, acessibilidade.


PÁGINAS: 53
RESUMO:

A presente proposta apresenta um trabalho que visa compreender a gestão da infraestrutura de transportes da região metropolitana de Natal/RN a partir das dimensões de mobilidade e acessibilidade, tomando como referência a Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU). O termo acessibilidade urbana é alvo crescente de discussões, cada vez mais inseridas nas políticas públicas brasileiras, essencialmente nas grandes concentrações de população no Brasil. Entretanto, para discutir a mobilidade urbana é necessário compreender a estrutura político-institucional de gestão de transporte. Nesse sentido, o modelo de gestão dos serviços públicos iniciou-se por meio do Código Nacional de Trânsito ao designar o município e em 1988, a Constituição Federal atribuiu a competência aos municípios, consolidando, em 2001, o Estatuto das Cidades que regulamentou uma legislação para o tema (MANCINI, 2011). Em Natal, percebe-se ainda uma política habitacional oriunda dos anos 70 e 80 implicou vazios urbanos, conforme lembra Costa (2014, p. 44). Essa crise urbana traz como reflexo a questão política ou social ou institucional ou técnica, econômica e operacional, passando pela questão ambiental. Todas essas estão interligadas na necessidade de planejar a gestão de mobilidade a partir da PNMU. (VASCONCELLOS, 1995) Com base nessa reflexão se pergunta até que ponto a Política Nacional de Mobilidade Urbana foi incorporada no processo de gestão da infraestrutura de transportes na região metropolitana de Natal/RN. Assim, A pesquisa desenvolvida tomará como instrumento de análise o modelo do Pentágono das Políticas Públicas elaborado por Lascoumes; Le Galès (2012). Nesse caso, Vieira (2002) e Malhotra (2001), afirmam que essa pesquisa descritiva objetiva conhecer e interpretar a realidade, por meio da observação, descrição, classificação e interpretação da gestão da infraestrutura de transportes da região metropolitana de Natal/RN a partir das dimensões de mobilidade e acessibilidade, tomando como referência a Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU), sem nela interferir para modificá-la.  Para isso, será explorado o conhecimento do conceito das Políticas Públicas terá como finalidade discutir no campo teórico as tendências de conceituação deste campo sintetizadas, no Brasil. A partir disso, foi elaborado formulário de entrevistas semiestruturado, segundo conceito de Malhotra (2001), de entrevistas que são de grande validade quando os problemas de pesquisa exigem discussão e compreensão detalhada. O roteiro de entrevista tem as seguintes categorias analíticas: os atores, as representações, as instituições, os processos e os resultados (Lascoumes; Le Galès, (2012). Finalmente, o modelo de análise e interpretação dos dados será estruturado a partir da análise de conteúdo categorial de Bardin, (1977). Pretende-se ainda com este projeto pretende proporcionar suporte a elucidação da problemática em foco buscou-se alicerçar o estudo em dimensões de acessibilidade e mobilidade elaborados por estudiosos que desenvolveram pesquisas com o objetivo de alcançar métodos e ferramentas adequados para a evolução destas dimensões para melhoria da qualidade de vida do usuário.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - LENIN CAVALCANTI BRITO GUERRA - IFRN
Presidente - 010.461.894-92 - RICHARD MEDEIROS DE ARAÚJO - UFRN
Interno - 1750458 - THIAGO FERREIRA DIAS
Notícia cadastrada em: 04/09/2017 16:47
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa21-producao.info.ufrn.br.sigaa21-producao