Banca de DEFESA: PAOLLA GABRYELLE CAVALCANTE DE SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PAOLLA GABRYELLE CAVALCANTE DE SOUZA
DATA : 26/02/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Realizada por videoconferência
TÍTULO:

REVISÃO DE TROGOLAPHYSA MILLS, 1938 (COLLEMBOLA, ENTOMOBRYOMORPHA, PARONELLIDAE), COM A DESCRIÇÃO DE NOVAS ESPÉCIES DE CAVERNAS DO DOMÍNIO CAATINGA, BRASIL


PALAVRAS-CHAVES:

Diagnoses; fauna de cavernas; quetotaxia; Região Neotropical; taxonomia.


PÁGINAS: 130
RESUMO:

Trogolaphysa Mills (Paronellidae) é amplamente distribuído em regiões tropicais, com 65 espécies descritas em todo o mundo. As espécies neotropicais de Trogolaphysa são melhor compreendidas que as afrotropicais, porém há grandes lacunas de conhecimento para várias espécies nas duas regiões, que são reconhecidas principalmente pelos padrões de coloração, número de olhos, morfologia do complexo empodial e da fúrcula. Muitas espécies de Trogolaphysa são troglófilas, e algumas apresentam troglomorfismos evidentes, como redução ou ausência de olhos, corpo sem pigmentos e antenas alongadas. As cavernas desempenham um papel importante na compreensão dos processos biológicos devido à sua estabilidade ambiental, mas também possuem um papel econômico na mineração brasileira, sendo a extração de calcário a principal atividade econômica nos municípios que possuem cavernas de rochas carbonáticas no Rio Grande do Norte (RN). Levantamentos anteriores demonstraram que Trogolaphysa é o gênero de Collembola dominante em cavernas do RN. Este gênero abriga espécies com status questionáveis e o seu estudo taxonômico pode auxiliar em políticas de conservação. Por isso, este trabalho apresenta uma detalhada revisão taxonômica com base em bibliografia de Trogolaphysa, com uma diagnose revisada e um resumo da morfologia geral do gênero, diagnoses detalhadas para todas as espécies, tabelas comparativas, chave para todos os táxons do gênero e descrições de duas novas espécies do gênero presentes em cavernas do RN. Os espécimes representantes de espécies novas foram coletados com aspiradores entomológicos e pincéis, fora e dentro de 10 cavernas calcárias inseridas no bioma Caatinga. A sugestão de species inquirendae na avaliação do status das espécies considerou descrições pouco informativas, características taxonômicas duvidosas e/ou localização pouco informativa ou imprecisa. Foram identificadas 14 species inquirendae e consideradas 51 espécies com diagnoses válidas de Trogolaphysa. Foi também apresentada uma síntese da morfologia geral do gênero, demonstrando as variações na quetotaxia e em suas principais estruturas. A descrição de duas novas espécies de Trogolaphysa amplamente distribuídas nas cavernas do RN em conjunto com a revisão do gênero proporcionam dados mais precisos no diagnóstico de espécies, aumentam o conhecimento sobre a fauna mundial de Trogolaphysa e podem auxiliar políticas de conservação de cavernas no RN.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1879211 - BRUNO CAVALCANTE BELLINI
Interna - 3152261 - ANAMARIA DAL MOLIN
Externo à Instituição - RUDY CAMILO NUNES - IFPI
Notícia cadastrada em: 11/02/2021 09:10
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa20-producao.info.ufrn.br.sigaa20-producao