Banca de QUALIFICAÇÃO: MATHEUS ARTHUR LÚCIO DA ROCHA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MATHEUS ARTHUR LÚCIO DA ROCHA
DATA : 22/12/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Realizada por videoconferência
TÍTULO:

Taxonomia iterativa de crustáceos subterrâneos do gênero Potiberaba Fišer, Zagmajster & Ferreira 2013 (Crustacea: Amphipoda) no semiárido brasileiro


PALAVRAS-CHAVES:

Fauna cavernícola aquática, distribuição geográfica, taxonomia, Caatinga, Formação Jandaíra.


PÁGINAS: 25
RESUMO:

O processo de ampliação dos estudos, assim como a interação entre ferramentas analíticas, vem contribuindo para preencher algumas lacunas de conhecimento acerca de vários grupos vegetais e animais, nos mais diversos habitats, gerando resultados cada vez mais robustos. Para ambientes cavernícolas, esse processo tem apresentado grandes resultados para o conhecimento da fauna hipógea(cavernícola), em aspecto ecológicos, como limites de distribuição, e até mesmo em aspectos taxonômicos, como a descrição de novas espécies por meio da taxonomia iterativa. Na região Nordeste do Brasil, um número significativo de novas espécies cavernícolas está sendo descritas nos últimos anos, em especial na região da Caatinga. Nessa região, nos estados do Ceará e Rio Grande do Norte, encontra-se a formação do calcário Jandaíra, na qual, já foram catalogadas cerca de 900 cavernas, com grande ocorrência de animais troglóbios e endêmicos. Dentre esses, encontram-se as espécies de anfípodes do gênero Potiberaba, que ocupam as mais diversas cavernas da região, apesar de descrito em 2013, pouco se sabe sobre o gênero até o momento. Dessa forma, novas expedições entre 2018 e 2020 foram feitas para obtenção de dados ecológicos, morfológicos e moleculares. Através da utilização de um conjunto de ferramentas analíticas e diferentes bancos de dados, o presente estudo buscou ampliar o conhecimento acerca do gênero, fornecendo informações de cunho ecológico, morfológico e genético das cincos espécies, bem como descrever as novas espécies que ocupam as cavernas da região. Desse modo, conseguimos até o momento descrever uma das quatro novas espécies, caracterizar os habitats das cinco, assim como observar e analisar a diversidade genética e morfológica intra e interespecífica nas cinco espécies.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - RAFAELA BASTOS PEREIRA - UFLA
Externo à Instituição - RÔMULO BARROSO BAPTISTA - UFBA
Presidente - 1865104 - SERGIO MAIA QUEIROZ LIMA
Notícia cadastrada em: 09/12/2020 09:38
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa21-producao.info.ufrn.br.sigaa21-producao