Banca de DEFESA: JANAINA SALUSTIO DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JANAINA SALUSTIO DA SILVA
DATA: 26/04/2013
HORA: 09:00
LOCAL: A DEFINIR
TÍTULO:

ESTUDO DE CONCRETOS DE DIFERENTES RESISTÊNCIAS À COMPRESSÃO SUBMETIDOS A ALTAS TEMPERATURAS SEM E COM INCORPORAÇÃO DE FIBRAS DE POLITEREFTALATO DE ETILENO (PET)


PALAVRAS-CHAVES:

concreto de alta resistência, fibras de PET, lascamentos explosivos, resistência à compressão.


PÁGINAS: 148
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Civil
SUBÁREA: Construção Civil
ESPECIALIDADE: Materiais e Componentes de Construção
RESUMO:

As estruturas de concreto armado são largamente utilizadas nas edificações em todo o mundo. Quando da ocorrência de incêndio em edificações, é consenso entre os estudiosos, que o concreto apresenta uma elevada resistência ao fogo, devido principalmente a sua baixa condutividade térmica. No entanto, isto não significa que esse material não seja afetado pela exposição a elevadas temperaturas. Redução de resistência à compressão e no módulo de elasticidade, alteração na coloração e aparecimento de fissuras, são alguns dos efeitos causados pela exposição térmica. No caso de concretos com resistênc ia mais elevada, ocorre ainda desplacamentos explosivos, expondo as armaduras ao fogo, e contribuindo assim para a redução da capacidade suporte do elemento estrutural. Diante do exposto, o presente trabalho tem por objetivo analisar como a resistência à compressão e a porosidade do concreto são afetadas quando submetido a elevadas temperaturas. Foram avaliados concretos de diferentes resistências, e ainda foi verificado se a incorporação de fibras de politereftalato de etileno (PET), em matriz de concreto, pode ser usada como alternativa a prevenção do lascamento. Os resultados indicaram que lascamentos explosivos acometem não somente concretos de alta resistência, como também o concreto convencional de média resistência, e que a faixa de temperatura para o qual o concreto começa a sofrer alterações expressivas em sua resistência fica entre 400 ºC e 600 ºC.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - EDILBERTO VITORINO DE BORJA - IFRN
Interno - 2331385 - JAQUELIGIA BRITO DA SILVA
Presidente - 1507841 - MARIA DAS VITORIAS VIEIRA DE ALMEIDA
Notícia cadastrada em: 15/04/2013 10:34
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao