Banca de QUALIFICAÇÃO: THIAGO VIEIRA FONSECA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: THIAGO VIEIRA FONSECA
DATA: 08/04/2016
HORA: 10:00
LOCAL: SETOR 4, BLOCO A, SALA 4
TÍTULO:

Avaliação Do Desempenho Mecânico E De Durabilidade De Concretos Auto Adensáveis Com Elevados Teores De Adições Minerais E Adição De Cal Hidratada


PALAVRAS-CHAVES:

Concreto auto-adensável; baixo consumo de cimento; cinza da casca do arroz; resíduos da biomassa de cana-de-açúcar; durabilidade. 


PÁGINAS: 30
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Civil
SUBÁREA: Construção Civil
ESPECIALIDADE: Materiais e Componentes de Construção
RESUMO:

A indústria do concreto é uma grande consumidora dos recursos naturais, desde a produção dos agregados, até a produção de cimento Portland, quando se extrai grande quantidade de calcário. Além disso, a indústria do cimento tem grande contribuição nas emissões de gases responsáveis pelo efeito estufa. Então, considerando que o concreto é o produto industrializado mais utilizado pela sociedade, o impacto ambiental negativo causado por essa indústria é de grande relevância. Todavia, é importante considerar sua capacidade de gerar impacto ambiental positivo através da possibilidade de aproveitamento de resíduos de outras indústrias como componentes das misturas de concreto. Com isso, os concretos com elevados teores de adições minerais surgem como uma alternativa para minimizar consideravelmente o consumo de cimento sem perder as suas propriedades convencionais. Um outro tipo de concreto especial que tem crescido significativamente é o auto-adensável (CAA) devido as suas características de alta fluidez e coesão, e pela possibilidade de moldagem in loco sem vibração, proporcionando peças de concreto de boa qualidade. Nesse contexto, o presente projeto pretende investigar a viabilidade do desenvolvimento de concretos auto-adensáveis confeccionados com baixo consumo de cimento e adição de cal hidratada. A cal hidratada será adicionada no teor de 5% da massa total dos aglomerantes e o cimento será substituído em 60% por adições minerais de resíduo da biomassa da cana-de-açúcar, metacaulim, cinza da casca do arroz, e fíler calcário. Para isso, serão determinadas suas propriedades reológicas, mecânicas e micro-estruturais, relacionando o desempenho mecânico e de durabilidade com os processos de hidratação dos concretos.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 022.937.264-36 - ANDREZA KELLY COSTA NOBREGA - UFERSA
Presidente - 022.621.844-96 - MARCOS ALYSSANDRO SOARES DOS ANJOS - IFRN
Interno - 1507841 - MARIA DAS VITORIAS VIEIRA ALMEIDA DE SA
Notícia cadastrada em: 04/04/2016 11:30
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao