Banca de DEFESA: MARIA DA CONCEIÇÃO DANTAS MOURA BEZERRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIA DA CONCEIÇÃO DANTAS MOURA BEZERRA
DATA: 25/03/2013
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório A do CCHLA
TÍTULO:

DESENVOLVIMENTO E AUTONOMIA  DAS MULHERES: UMA AVALIAÇÃO DO POPMR NA REGIÃO OESTE POTIGUAR- 2008/2012


PALAVRAS-CHAVES:

AUTONOMIA DAS MULHERES; DESENVOLVIMENTO COMO LIBERDADE; E AVALIAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS


PÁGINAS: 212
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
SUBÁREA: Sociologia do Desenvolvimento
RESUMO:

As políticas públicas direcionadas as mulheres é uma acão estatal recente no Brasil. Foi a partir do século XXI que se institucionalizou a política no País. Discutindo desenvolvimento, relações sociais de sexo e avaliação de políticas pública, a dissertação Desenvolvimento e autonomia das mulheres: uma avaliação do POPMR na região oeste potiguar- 2008/2012 avaliou a efetividade do Programa de Organização Produtiva de Mulheres Rurais na região Oeste Potiguar. Especificamente objetivou 1) descrever as características do Programa de Organização Produtiva das Mulheres Rurais na região Oeste Potiguar; 2) investigar quais mudanças socioeconômicas o programa ocasionou na vida das mulheres rurais da região Oeste Potiguar; 3) avaliar se a participação das mulheres no movimento social feminista contribuiu para facilitar o acesso ao programa; 4) investigar se a participação das mulheres rurais da região Oeste Potiguar no POPMR provocou um questionamento à divisão sexual do trabalho no cotidiano das usuárias da política e se ampliou suas capacidades para conquista da autonomia econômica. A avaliação teve como referência o conceito de desenvolvimento como liberdade Sen(2000) e  a divisão sexual do trabalho, sustentada pela  separação e a hierarquização das atividades realizadas por  homens  e mulheres. Kergoat, (2009). A investigação é de caráter qualitativo e foi composta por pesquisa bibliográfica e documental, entrevistas semi-estruturadas e grupo focal. As entrevistas com agentes mediadores e gestoras públicas demonstram os caminhos da elaboração e execução do programa, explicitando as dificuldades e possibilidades. A pesquisa foi concluída com a realização do grupo Focal feita com os grupos que acessaram o POPMR na região Oeste. Com os instrumentos metodológicos utilizados foi possível chegar aos resultados: Os dados da pesquisa apontam que o POPMR contribuiu para o desenvolvimento da região especificamente na expansão das capacidades das mulheres rurais. No entanto, ainda persiste dificuldades que podem ser superadas com a atuação estatal, como políticas para socialização do trabalho domestico e do cuidado. Neste sentido, a construção de infra-estrututa para a produção e reprodução e incidir sobre a legislação para a pequena produção são elementos imprescindíveis para maior efetividade da política para as mulheres no meio rural.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1678883 - CIMONE ROZENDO DE SOUZA
Presidente - 1298988 - JOAO BOSCO ARAUJO DA COSTA
Externo à Instituição - MARISA SCHINCARIOL DE MELLO - NENHUMA
Notícia cadastrada em: 27/02/2013 09:48
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao