Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSENEY RODRIGUES DE QUEIROZ DANTAS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSENEY RODRIGUES DE QUEIROZ DANTAS
DATA: 06/12/2012
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 03 Observatório das Metrópoles
TÍTULO:

AS CIDADES (INTER)MÉDIAS NO DESENVOLVIMENTO REGIONAL: UM ESTUDO SOBRE PAU DOS FERROS (RN)


PALAVRAS-CHAVES:

Cidades médias; produção do espaço urbano-regional; Pau dos Ferros.

 


PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO:

Os estudos sobre as cidades médias no Brasil ganham destaque no meio acadêmico e na elaboração de políticas públicas nos anos 1970; essas políticas tinham como meta fortalecer cidades de médio porte no sentido de conter os fluxos migratórios e amenizar os problemas tipicamente urbanos. Com o novo contexto econômico da globalização e as reconfigurações territoriais, alguns autores tem proposto a utilização do termo cidade intermédia ou cidade intermediária, em cujo escopo está embutido critérios de natureza qualitativa, dentre eles a idéia de um espaço de relações estruturados em nós e fluxos. Na região Nordeste, o processo de urbanização foi lento, atomizado, geográfico e economicamente disperso, o que resultou numa rede urbana truncada, constituída principalmente por suas nove capitais regionais e cerca de duas dezenas de cidades de porte médio, em sua maioria interiorizadas. É a partir dessa ‘rede urbana nordestina interiorizada’ que nos propomos a estudar a cidade de Pau dos Ferros, no Rio Grande do Norte e o papel que ela desempenha na rede urbana nordestina e potiguar. Compreender os determinantes da produção do espaço urbano-regional de Pau dos Ferros que o caracterizam como cidade (inter) média, com fins a refletir sobre o seu papel no desenvolvimento regional é o objetivo geral desta pesquisa. Nossa principal hipótese é que, a despeito de um contingente populacional pequeno, Pau dos Ferros vem desempenhando na rede urbana do Nordeste e do Rio Grande do Norte as funções de intermediação, particularmente, na oferta dos serviços de educação superior e saúde, além da oferta de empregos, notadamente no comércio e nos serviços públicos, o que nos permite tratá-la à priori como uma cidade (inter) média.  O fio condutor da nossa análise será o modo como vem se reconfigurando as cidades (inter) médias na hierarquia dos lugares e como essa reconfiguração afeta de modo diferente as relações entre as cidades e entre as cidades e as regiões. Para além dos conceitos quantitativos, embasaremos nossa pesquisa nas funções desempenhadas pelas cidades médias bem como sua centralidade urbana e administrativa e o papel desempenhado por essas cidades no desenvolvimento de suas regiões. São esses aspectos juntamente com a qualidade da urbanização que nos servirão como base para a análise empírica.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 347581 - MARIA DO LIVRAMENTO MIRANDA CLEMENTINO
Interno - 1121285 - FERNANDO BASTOS COSTA
Externo à Instituição - ESTER LIMONAD - UFF
Notícia cadastrada em: 28/11/2012 17:15
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao