Banca de QUALIFICAÇÃO: ARKELEY XENIA SOUZA DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ARKELEY XENIA SOUZA DA SILVA
DATA: 18/09/2012
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório D
TÍTULO:

AMBIENTE PESQUEIRO E SAÚDE: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS SOBRE SAÚDE E DOENÇA DE PESCADORES E MARISQUEIRAS NOS DISTRITOS DE DIOGO LOPES, BARREIRAS E SERTÃOZINHO - MACAU - RN.


PALAVRAS-CHAVES:

Representações Sociais. Saúde. Doença. Discurso do Sujeito Coletivo.


PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
SUBÁREA: Sociologia da Saúde
RESUMO:

Dados históricos sobre atividades extrativistas antrópicas, destacam a pesca e a mariscagem dentre as primeiras. O Ministério da Pesca e Aquicultura traduz que os pescadores artesanais são responsáveis por alta produção pesqueira a nível nacional, levando a percepção da importância dessa atividade.   No Rio Grande do Norte a pesca vem se afirmando, constituindo uma importante alavanca no processo econômico e social.  A atividade de marisqueira, por sua vez, historicamente é observada como uma prática no litoral potiguar. Esse tipo de atividade requer uma sobrecarga física e mental e causadoras de danos à saúde. O município norte-rio-grandense de Macau é considerado cenário com uma significativa produção pesqueira e atividade de mariscagem. O objetivo central da pesquisa é a saúde do pescador e da marisqueira dos distritos de Diogo Lopes, Barreiras e Sertãozinho, inseridos na Área da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Ponta do Tubarão (RDSEPT)- no Rio Grande do Norte. Este trabalho tem como objetivo analisar as representações sociais de saúde e doença no discurso desses agentes, cadastrados na Associação Colônia de Pescadores Z-41, no período de 2008 a 2011. A pesquisa desenvolve-se na busca de elementos para a compreensão das relações entre essas representações e o ambiente pesqueiro em que vivem. A metodologia adotada pauta-se nos discursos dos pescadores e marisqueiras, sobre o qual se aplica o método de Análise do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC), proposto por Lefevre & Lefevre (2002), para uma compreensão do pensamento unificado do grupo estudado, refletidos nas suas falas (entrevistas:estruturadas e questões abertas) e organizado em descrições técnicas (instrumentos de análise dos dados), quali-quantitativo, por meio do programa QualiQuantiSoft®.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1352037 - EDMILSON LOPES JUNIOR
Interno - 1164161 - IRENE ALVES DE PAIVA
Externo à Instituição - THADEU DE SOUSA BRANDAO - UFERSA
Notícia cadastrada em: 10/09/2012 10:29
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa21-producao.info.ufrn.br.sigaa21-producao