Banca de DEFESA: CLIDENOR BARRETO DA SILVA FILHO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CLIDENOR BARRETO DA SILVA FILHO
DATA: 22/11/2011
HORA: 19:00
LOCAL: Auditório B do CCHLA
TÍTULO:

PRÁTICAS CLIENTELISTAS E DÁDIVAS COMO ESTRATÉGIAS DE HEGEMONIA POLÍTICA: UMA ANÁLISE SOBRE O CAMPO DA SAÚDE EM MOSSORÓ-RN


PALAVRAS-CHAVES:

Campo da saúde. Clientelismo político. Dádiva. Hegemonia política. PACS/PSF.


PÁGINAS: 155
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO:

A realidade vivenciada por inúmeras famílias e indivíduos que buscam e necessitam dos serviços do Sistema Único de Saúde - SUS, as relações entre estes cidadãos, grupos de profissionais de saúde e representantes políticos, dão forma ao encadeamento da problemática que compõe e norteia à escolha e o interesse desse estudo, qual seja: a ênfase das práticas clientelistas e dádivas que permeiam o campo da saúde e contribuem para a compreensão dessa dinâmica inerente ao cenário político local. A pesquisa se pauta na análise e reflexão da relação intrínseca entre o campo da saúde e o campo político. Objetiva analisar o campo da saúde e sua relação com a dinâmica e os desdobramentos do cenário político local relacionando-o a implantação dos programas de saúde PACS/PSF no município de Mossoró-RN que remete ao período entre 1991-2010. A pesquisa se inscreve em uma perspectiva metodológica de abordagem qualitativa. Os instrumentos metodológicos e técnicas utilizadas que possibilitaram a investigação pautaram-se nas entrevistas semi-estruturadas, observação direta do campo, textos jornalísticos e fontes documentais. A construção e problematização do objeto da pesquisa se fundamentaram em aportes teóricos de autores que discutem o campo social e poder simbólico: Bourdieu (2005); relações clientelistas e dádivas a partir de trocas assimétricas: Rouland (1997); Lanna (1995), Martins (1999); Carvalho (1999); Diniz (1982) entre outros, exercício da hegemonia e estratégia política em autores que analisam essa temática: Gramsci (1995); Coutinho (1981) e Gruppi (1978); além disso, a pesquisa estabeleceu outros diálogos com autores que versam sobre a dinâmica da política brasileira como Baquero (2001) e Weffort (1993). Ainda sobre a perspectiva metodológica da pesquisa, após a coleta, os dados foram submetidos a uma análise qualitativa de conteúdo. Os resultados evidenciaram que, com a implantação dos programas PACS/PSF em Mossoró-RN o campo da saúde consolidou-se de modo paradoxal como um cenário essencial para o exercício da hegemonia política das facções que dominam esse contexto sociopolítico em análise, redimensionando as práticas clientelistas, entretanto, sem modificar as estruturas de poder no âmbito desse cenário social.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1475558 - LORE FORTES
Interno - 1352037 - EDMILSON LOPES JUNIOR
Externo à Instituição - VANDERLAN FRANCISCO DA SILVA - UFCG
Notícia cadastrada em: 14/11/2011 09:04
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa19-producao.info.ufrn.br.sigaa19-producao