Banca de DEFESA: MARIA DAS GRACAS CAVALCANTI PEREIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: MARIA DAS GRACAS CAVALCANTI PEREIRA

DATA: 05/11/2010

HORA: 14:00

LOCAL: AUDITORIO DE CIENCIAS SOCIAIS

TÍTULO:

DADI E O TEATRO DE BONECOS: MEMÓRIA, BRINQUEDO E BRINCADEIRA.


PALAVRAS-CHAVES:

SINGULARIDADE, TRANSGRESSÃO, TEATRO DE BONECOS.


PÁGINAS: 187

GRANDE ÁREA: Ciências Humanas

ÁREA: Sociologia

RESUMO:

O teatro de bonecos é a temática desta dissertação de mestrado, com um recorte para tratar da Memória, Brinquedo e Brincadeira, focado especialmente em uma Calungueira, fazedora de bonecos, Maria Ieda da Silva Medeiros, conhecida por Dadi. Atualmente com 71 anos, Dadi reside em Carnaúba dos Dantas/RN e não se restringe apenas a “botar” os bonecos para brincar, a encenar histórias pelos diversos personagens. Constrói os bonecos, veste, dá vida, movimento. No Rio Grande do Norte, o Teatro de Bonecos, denominado “João Redondo”, é marcado por um caráter historicamente masculino da tradição, representada por alguns mestres já falecidos ou por seus multiplicadores, ou mesmo por brincantes que não possuem linhagem de mestres em suas famílias, mas aprenderam com vários deles e, aos poucos, foram inseridos nesse universo lúdico. Dadi transgride essa genealogia potiguar e vai sugerindo uma diversidade de transgressões, extrapolando, com sua inventividade, tanto em suas apresentações como em sua vida, o que me fez elegê-la e a constituí-la como objeto singular no decorrer das minhas inquirições. Nesta pesquisa, utilizo o aporte teórico-metodológico das Ciências Sociais, em especial as referências vindas dos estudos da Cultura, como as abordagens sobre a Memória e Tradição de autores como Halbwachs e Paul Zumthor, entre outros. O trabalho de campo foi sistematizado, priorizando a observação participante e o diálogo permanente. Utilizei diferentes estratégias de registro, como: entrevistas semi-abertas, vídeo-documentário, áudio das narrativas, registro fotográfico e videográfico, proporcionando ao trabalho uma atualidade relevante, ao dialogar com seus diversos elementos, ampliando o projeto inicial, que se transformou em pesquisa para a dissertação.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ADRIANA SCHNEIDER ALCURE - UFRJ
Interno - 1149572 - LISABETE CORADINI
Presidente - 349700 - LUIZ CARVALHO DE ASSUNCAO
Externo ao Programa - 347167 - WANI FERNANDES PEREIRA
Notícia cadastrada em: 29/10/2010 08:33
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao