Banca de QUALIFICAÇÃO: SERGIO RICARDO LINS DA FONSECA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SERGIO RICARDO LINS DA FONSECA
DATA : 12/05/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Videoconferência (Google Meet)
TÍTULO:

História de Paulo Lyra: cultura popular e resistência no bairro de Felipe Camarão – Natal/RN


PALAVRAS-CHAVES:

Cultura popular; Identidade; Resistência.


PÁGINAS: 37
RESUMO:

O presente trabalho objetiva um estudo etnográfico e de história de vida do artista potiguar Paulo Lyra que atua no bairro de Felipe Camarão. Para isso, busca-se compreender antropologicamente a realidade desse sujeito, considerando que se utiliza de ofícios artísticos para manter sua identidade cultural, através de uma suposta resistência de suas tradições. A motivação pela qual se propõe a pesquisa parte de minha experiência como educador no Projeto Habilidades de Estudo (PHE), projeto social realizado pelo Serviço Social do Comércio - SESC em parceria com a Ong Núcleo de Amparo ao Menor - NAM, em Felipe Camarão, a qual me proporcionou uma observação acerca do contexto social dos educandos, os quais se encontravam envolvidos em atividades culturais dentro do projeto através das oficinas e apresentações realizadas pelo artista Paulo Lyra, o qual também se encontrava em situação de vulnerabilidade a violência e marginalidade, uma realidade social dos bairros periféricos. Para um embasamento mais aprofundado em relação a questão central da pesquisa, criteriosamente, discutirei os conceitos sobre Cultura Popular, Identidade cultural e Resistência a partir dos estudos de Marilena Chauí (2008), Stuart Hall (2005) e Manuel Castells (2002). A metodologia de investigação segue três passos importantes que orienta a definição dos objetivos específicos, são eles: 1) Um estudo etnográfico sobre a história de vida do artista Paulo Lyra. 2) Observação da realidade e dos fatos sociais desse sujeito no processo de identidade cultural. 3)Análise do que foi observado e registrado. Essa pesquisa se justifica pela importância no campo científico, sobretudo porque examina questões pertinentes sobre atuação e resistência cultural do sujeito, inserido na comunidade de Felipe Camarão, ressaltando seu contexto social e sua representatividade perante aos grupos de tradições populares do Rio Grande do Norte.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 185.001.889-87 - LORE FORTES - UFRN
Interna - 1164161 - IRENE ALVES DE PAIVA
Externa à Instituição - LUCIANA DE OLIVEIRA CHIANCA - UFPB
Notícia cadastrada em: 06/05/2022 15:16
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao