Banca de DEFESA: CESAR JOSÉ DE OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CESAR JOSÉ DE OLIVEIRA
DATA : 31/03/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório E do CCHLA
TÍTULO:

Uma escolha para o bem-viver: a construção social de mercados agroalimentares, no contexto da Rede Xique Xique, Rio Grande do Norte


PALAVRAS-CHAVES:

Construção social de mercados; Mercados imersos; Agricultura familiar; Rede Xique Xique.


PÁGINAS: 162
RESUMO:

As sociedades contemporâneas vivem o desafio de viabilizar a produção, comercialização e o consumo regular de alimentos. Grande parte desse desafio é realizado pelo sistema agroalimentar corporativo globalizado. Sabe-se que esse sistema contribuiu para a população mundial dispor de maior quantidade de alimentos, em razão do aumento da produtividade e da redução dos preços. Entretanto, esse sistema também gerou suas limitações e produziu uma série de externalidades. Esse fenômeno alimenta a preocupação dos consumidores e provoca uma fuga para a qualidade. Isso se expressa, geralmente, na valorização da produção local de alimentos, por exemplo. Particularmente, daqueles portadores de qualidades distintivas, como alimentos orgânicos, saudáveis, entre outros. Esse panorama evidencia, por um lado, que o pacto fordista, entre a indústria de alimentos e uma parcela dos consumidores da classe média, já não se sustenta em bases tão sólidas. Por outro lado, que a natureza e a dinâmica desse sistema contribuem na conformação de um ambiente hostil, para grande parte dos agricultores. Em reação a esse quadro, muitos agricultores, de vários países, desenvolvem novos produtos e serviços, que diferem dos produtos agrícolas convencionais. As iniciativas em curso se caracterizam pela produção e comercialização de alimentos saudáveis. Esse fenômeno social influencia a agenda dos estudos alimentares cuja maior ênfase passa a ser dada as dimensões da comercialização - através da noção de construção social de mercados – e do consumo – a partir da reflexidade dos agentes. Em decorrência dessa mudança, novos temas e questões sociológicas são insertas no debate sobre agricultura e sociedade. Dentre esses, construção social de mercados agroalimentares, adotado como objeto de estudo, nesta tese (GOODMAN, 2017; GOODMAN; DUPUIS; GOODMAN, 2012; RENTING; MARSDEN; BANKS, 2017; CASSOL, 2018). A pesquisa tem como objetivo geral analisar a construção social de mercados imersos, na perspectiva dos agricultores e consumidores, da Rede Xique Xique, no Rio Grande do Norte. Os objetivos específicos são: a) compreender como se dá a busca pelos produtos agroalimentares e as principais motivações para acessar esse mercado; b) analisar como e quais valores sociais e culturais são acionados pelos agricultores para conferir atribuição de qualidade aos produtos; c) analisar como e quais valores sociais e culturais são acionados pelos consumidores para conferir atribuição de qualidade aos produtos; d) examinar como ocorre a geração de confiança entre os agricultores e consumidores. O método adotado foi o qualitativo e o processo metodológico consistiu na revisão de literatura, sobre a nova sociologia econômica e a construção social de mercados imersos agroalimentares, para construção de um quadro analítico. Também foram realizadas observações diretas, mapeamento das feiras realizadas pela Rede Xique Xique, em municípios potiguares. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas, com agricultores e consumidores, para apreender as motivações e valores que levam a busca por esses alimentos, conferem atributos de qualidade e produzem relações de confiança. A pesquisa demonstrou que existem múltiplas causas para a construção da motivação e da confiança com atribuição de qualidade, dos produtos comercializados pela Rede Xique Xique.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1298988 - JOAO BOSCO ARAUJO DA COSTA
Interna - 1164161 - IRENE ALVES DE PAIVA
Externo à Instituição - EMANOEL MÁRCIO NUNES - UERN
Externo à Instituição - JOAQUIM PINHEIRO DE ARAUJO - UFERSA
Externa à Instituição - MARIA APARECIDA RAMOS DA SILVA - NENHUMA
Notícia cadastrada em: 24/03/2022 08:09
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa19-producao.info.ufrn.br.sigaa19-producao