Banca de DEFESA: PAULO NICHOLAS MESQUITA LOBO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PAULO NICHOLAS MESQUITA LOBO
DATA : 25/02/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

A CONSTRUÇÃO DA VITRINE TURÍSTICA DE FORTALEZA/CE: UMA PROPOSTA DE SOCIOLOGIA URBANA A PARTIR DE LEFEBVRE E ELIAS


PALAVRAS-CHAVES:

Turismo; modernidade; globalização; urbanismo; dinâmicas sociais.


PÁGINAS: 217
RESUMO:

Esta tese é um estudo urbano, construído a partir de metodologias que, a priori, pouco dialogam, mas que, se pensadas de maneira sintética, tendo como objeto um estudo de caso, terminam por convergir e possibilitar uma melhor compreensão do fenômeno analisado e de suas dinâmicas peculiares. A partir dessas diferentes abordagens, o método regressivo progressivo de Henri Lefebvre, enquanto interpretação da produção dos espaços, e o método configuracional proposto pela sociologia de Norbert Elias, o estudo se estruturou a fim de responder à seguinte questão: qual a direção dos processos que produzem a Avenida Beira-Mar de Fortaleza/CE nos dias de hoje? O objetivo geral é realizar a pesquisa harmonizando as duas abordagens teórico-metodológicas, tornando o processo de análise urbana mais adaptado às peculiaridades e complexidades dessa temática, demonstrando, assim, sua viabilidade. Após o objetivo principal, outras questões surgiram, ampliando o escopo analítico da tese, que passou também a buscar compreender e interpretar as dinâmicas e práticas que mantêm o lugar turístico; a identificação das relações de força entre os diversos grupos que constroem esse espaço; a dinâmica no centro de poder da configuração local e suas influências sobre os estabelecidos e os outsiders da Beira-Mar; para, finalmente, compreender as possibilidades de produção e reprodução desse lugar. Além das abordagens teórico-metodológicas anunciadas, a pesquisa se configura como um estudo de caso com a delimitação temporal e espacial durante a primeira etapa do método regressivo progressivo, abrangendo os meses de julho e setembro de 2018, com entrevistas semiestruturadas sendo aplicadas até agosto de 2020. Vale ressaltar que, quando há pesquisa de campo, além de entrevistas, observações diretas e diário de campo também são necessários como suporte metodológico. Nas etapas subsequentes do método lefebvriano houve, também, uso de levantamento documental e revisão bibliográfica com ênfase sobre obras literárias cearenses épicas a fim de interpretar as visões de mundo da elite local. A depender do momento do estudo, outras estratégias metodológicas foram agregadas pontualmente, com destaque para os conceitos de Magnani (2008) – mancha, trajeto e pedaço – utilizados para melhor explicar o tema abordado. Como consideração final, pode-se dizer que a hipótese testada, envolvendo a utilização das duas perspectivas teórico-metodológicas, mostrou-se acertada, pois agregar a sociogênese de Elias, por exemplo, permitiu compreender o olhar modernizador da elite local, sua construção peculiar, com o paradoxal diálogo com o tradicional; assim como o método lefebvriano deu a base estrutural necessária para a pesquisa caminhar, seguindo um norte definido.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1117908 - MARIA LUCIA BASTOS ALVES
Interno - 1693229 - GILMAR SANTANA
Interna - 185.001.889-87 - LORE FORTES - UFRN
Externa ao Programa - 347943 - RITA DE CASSIA DA CONCEICAO GOMES
Externo à Instituição - LEA CARVALHO RODRIGUES - UFC
Externo à Instituição - WELLINGTON RICARDO NOGUEIRA MACIEL - UECE
Notícia cadastrada em: 22/02/2021 20:30
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao