Banca de DEFESA: ANGELO GIROTTO NETO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANGELO GIROTTO NETO
DATA : 23/11/2020
HORA: 14:30
LOCAL: Videoconferência (https://meet.google.com/zeg-wdgy-qgw)
TÍTULO:

A ONDA CONSERVADORA E AS ELEIÇÕES DE 2018 NO BRASIL


PALAVRAS-CHAVES:

Bolsonarismo; Lulismo; Política Brasileira; Onda Conservadora; Neoliberalismo Reacionário.


PÁGINAS: 133
RESUMO:

O presente estudo visa às eleições presidenciais de primeiro e segundo turnos de 2018, mais especificamente à vitória do candidato do Partido Social Liberal (PSL), Jair Messias Bolsonaro. Nosso objetivo mais amplo é investigar os fatores econômicos e sociais, políticos e ideológicos que contribuíram para o desfecho do pleito. Nosso problema: qual o sentido político e ideológico da eleição de Jair Messias Bolsonaro, no contexto do fenômeno contemporâneo a que chamamos por onda conservadora? Para tanto, as investigações acerca de nosso objeto partem da problematização da eleição em questão, que nos conduziu a três fatores que julgamos preponderantes em nossa hipótese explicativa. Nossa hipótese é que três movimentos da realidade histórica foram determinantes no resultado da eleição objeto deste estudo: primeiro, uma crise de legitimidade das democracias liberais que vem se acentuando em todo o ocidente a partir dos anos 1970, caracterizada pela ascensão ao poder em diversos países de um novo populismo de direita, cujos desdobramentos no Brasil são condicionados e dirigidos por nossa peculiar trajetória democrática e, especificamente no caso brasileiro, os eventos de junho de 2013 foram catalisadores de um novo ideário conservador; segundo, que a polarização histórica de dois projetos concorrentes no Brasil – um melhor representado pelo PSDB o outro pelo PT, com alternância de poder entre ambos – encontrou, marcadamente a partir de junho de 2013, limites objetivos e subjetivos para seguir reproduzindo o consenso social; por fim, a crise de legitimidade e a incapacidade de solucionar os problemas percebidos pela sociedade – de onde decorreu um declínio dos principais partidos tradicionais da direita brasileira – permitiu a ascensão ao centro das disputas hegemônicas de um novo conservadorismo que teve no bolsonarismo sua principal força aglutinadora, produzindo um pacto ultraliberal e conservador que levou Bolsonaro à vitória.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 6347248 - JOSE ANTONIO SPINELI LINDOZO
Interno - 349734 - JOAO EMANUEL EVANGELISTA DE OLIVEIRA
Externo à Instituição - HOMERO DE OLIVEIRA COSTA
Externo à Instituição - PABLO MORENO PAIVA CAPISTRANO - IFRN
Externo à Instituição - RAIMUNDO NONATO CUNHA DE FRANCA - UNEMAT
Notícia cadastrada em: 23/11/2020 08:48
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao