Banca de DEFESA: CLÉBIO DOS SANTOS LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CLÉBIO DOS SANTOS LIMA
DATA : 23/07/2019
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório C do CCHLA
TÍTULO:

A LITERATURA FAMÉLICA EM O QUINZE DE RACHEL DE QUEIROZ


PALAVRAS-CHAVES:

Literatura; alimentação; fome; segurança alimentar.


PÁGINAS: 106
RESUMO:

A literatura traz possibilidades de estudos para compreender os fenômenos inerentes à condição humana. A obra O Quinze, da escritora cearense Rachel de Queiroz, foi utilizada neste trabalho como objeto de pesquisa, como corpus de conhecimento para compreender o fenômeno da fome e suas implicações no espaço social alimentar a partir da ótica da Segurança Alimentar e Nutricional. Para além de uma descrição dos elementos da fome, comuns em obras regionalista, a literatura foi aqui entendida como próprio espaço fruto da interrelação entre autor, pesquisador e corpus. Esta é maneira que uma corrente atual da geografia literária enxerga o espaço narrativo. Espaço este que aqui foi chamado de literatura famélica. Para essa demanda foram realizadas 6 leituras da obra integral com o intuito de interceptar as passagens que fizessem relações Espaço narrativo e Social Alimentar vigente. Foi elaborada uma matriz de classificação dessas informações que subsidiou o tratamento dos dados, inferências e interpretações. A análise retornou as seguintes questões: (1) a literatura funciona como mecanismo para produção histórica de uma poética da dignidade no contexto da fome (2) As dimensões do espaço alimentar marcado pela incorporação de novos repertórios alimentar resulta quadro de violação do Direito Humano à Alimentação Adequada e um regime de Insegurança (3) As desordens físicas, psicológicas e sociais são consequentes da ausência de uma política pública de Segurança alimentar e nutricional. Refletir sobre este fenômeno alimentar é uma possibilidade de adentrar num escopo de significações que vai além de interpretações objetivas. Através da escrita de Rachel de Queiroz pode-se compreender como os sujeitos em situações de escassez alimentar compreendem, enfrentam e resolvem este problema. Observa-se ainda a importância de olhar para o problema da fome com um olhar ampliado sobre o ato alimentar, sobretudo no cenário de injustiças sociais.

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1501788 - ALEXSANDRO GALENO ARAUJO DANTAS
Interno - 008.055.544-67 - FAGNER TORRES DE FRANÇA - UFRN
Externo à Instituição - HERMANO MACHADO FERREIRA LIMA - UECE
Notícia cadastrada em: 16/07/2019 13:35
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao