Banca de DEFESA: RICARDO KLEIBER DE LIMA SILVA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RICARDO KLEIBER DE LIMA SILVA
DATA : 03/09/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório B do CCHLA
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DA IMPLEMENTAÇÃO DO PLANO DE MOBILIDADE URBANA EM NATAL – RN


PALAVRAS-CHAVES:

Avaliação de políticas públicas; acessibilidade; mobilidade urbana sustentável; implementação.


PÁGINAS: 198
RESUMO:

A avaliação do processo de implementação do Plano de Mobilidade Urbana em Natal com abordagem dos estudos de avaliação de políticas públicas, considerando o modelo de participação social, o histórico de desenvolvimento geográfico e espacial da cidade, os agentes e as instituições envolvidos no processo de decisão foi o objetivo central da presente investigação. Verificou-se, também, os modais de transportes efetivamente priorizados, e outras características que aproximariam o processo de construção desse plano a um conceito de política pública mais atual e abrangente. Para essa avaliação foi levado em conta, principalmente, alguns aspectos como: a forma de divulgação, o local de acesso às reuniões e audiências públicas, o número e as características dos participantes, tentando perceber a sua capacidade de influenciar no modo de tomada de decisões. No primeiro caso  se contabilizou dados, mostrando que os eventos não foram divulgados de acordo com a sua importância para a sociedade. Nos demais casos, por meio de entrevistas e participação nas reuniões e audiências públicas, se verificou o número de participantes, qual parcela da sociedade eles estavam representando durante as discussões e como se chegou às decisões. Durante o estudo foi realizado um levantamento sobre as políticas públicas relacionadas à área de mobilidade urbana, incluindo o transporte de passageiros e os investimentos em modalidades de transporte público coletivo dentre outros aspectos da interação espacial de deslocamentos urbanos. A pesquisa foi guiada a partir da ideia de Mobilidade Urbana Sustentável e de um conceito amplo de acessibilidade, que se define de acordo com as necessidades coletivas universais e não de uma minoria com necessidades especiais. Assim, foi analisado até que ponto o plano de mobilidade urbana está sendo construído de forma democrática e com grau de participação condizente com o que está recomendado pela Lei Federal 12.587/2012 e os fatores que vem contribuindo como facilitadores e/ou barreiras para a implementação dessa política em mobilidade urbana em nível local. Almejou-se que o conhecimento gerado, a partir desse estudo, pudesse trazer um maior aproveitamento na elaboração, execução e avalição de programas sociais ligados à mobilidade urbana.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1149332 - LINCOLN MORAES DE SOUZA
Interno - 1475558 - LORE FORTES
Interno - 1117908 - MARIA LUCIA BASTOS ALVES
Externo à Instituição - ANA MARIA MORAIS COSTA - UERN
Externo à Instituição - MARCIA DA SILVA PEREIRA CASTRO - UERN
Notícia cadastrada em: 24/08/2018 10:25
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa17-producao.info.ufrn.br.sigaa17-producao