Banca de DEFESA: RAFAEL SOARES DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RAFAEL SOARES DOS SANTOS
DATA : 31/07/2018
HORA: 19:30
LOCAL: Auditorio C do CCHLA
TÍTULO:

TECNOLOGIAS DIGITAIS E EDUCAÇÃO: UMA AVALIAÇÃO DA IMPLEMENTAÇÃO DO PROINFO NO MUNICÍPIO DE BREJO SANTO/CE (2008-2017)


PALAVRAS-CHAVES:

Inclusão Digital; Políticas Públicas; Avaliação de Políticas Públicas.


PÁGINAS: 75
RESUMO:

As novas tecnologias de comunicação e informação – TICs – impactaram em todas as esferas da vida social. Dentre elas, ao que se diz respeito ao processo educacional as novas tecnologias digitais ocasionaram transformações também nos processos de ensino e aprendizagem. Neste contexto para fazer frente às novas demandas da sociedade informatizada são implementadas políticas públicas de inclusão digital, como é o caso do ProInfo. O presente trabalho objetivou avaliar a implementação do ProInfo no município de Brejo Santo/CE no período 2007-2017 segundo a percepção dos atores envolvidos no processo de execução do programa no município. Especificamente seus objetivos são: a) descrever a implementação do ProInfo no município em questão; b) investigar se os objetivos do programa foram compreendidos pelos gestores e professores; c) averiguar qual a avaliação do programa segundo a ótica dos professores, alunos e gestores. O percurso metodológico consistiu numa pesquisa bibliográfica com características descritiva e documental possuindo uma abordagem triangular qualitativa e quantitativa, designada também de pesquisa avaliativa. No processo de coleta de dados, foram realizadas entrevistas intensivas e individuais, bem como realização de grupos focais. Os principais resultados obtidos na pesquisa de acordo com os indicadores adotados apontam que há uma carência ao que tange à manutenção na infraestrutura dos laboratórios de informática. No que diz respeito à utilização das TICs no processo de ensino-aprendizagem, contataram-se que as ações são insuficientes. Percebeu-se também que as ações dos professores em utilizar as tecnologias digitais enquanto apoio pedagógico são de certa forma ainda iniciais, precisamente porque a escola não oferece as condições necessárias para o desenvolvimento do seu trabalho. Ao que diz respeito aos alunos sua relação com as TICs, não raro, está condicionada ao acesso de redes sociais. Dessa forma, pudemos concluir que o ProInfo no município é ineficiente no sentindo de proporcionar a inclusão digital na comunidade escolar do município.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1298988 - JOAO BOSCO ARAUJO DA COSTA
Externo ao Programa - 635.183.414-72 - MARIA APARECIDA RAMOS DA SILVA - NENHUMA
Externo à Instituição - RÚBIA AURENIVEA RIBEIRO LÓSSIO - UNILEÃO
Notícia cadastrada em: 24/07/2018 15:06
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao