Banca de DEFESA: PAULO VICTOR FÉLIX DE AZEVEDO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PAULO VICTOR FÉLIX DE AZEVEDO
DATA : 29/06/2018
HORA: 15:00
LOCAL: Auditório de Antropologia (Sala C5 do Setor II)
TÍTULO:

A CIDADE COMO UM LIVRO ABERTO: caligrafias urbanas nas ruas de Natal/RN


PALAVRAS-CHAVES:

Cidade. Graffiti. Pixo. Literatura menor.


PÁGINAS: 128
RESUMO:

Esta dissertação tem como objetivo investigar a cidade contemporânea a partir do fenômeno da “Arte Urbana”, especificamente os segmentos - graffiti e pixo -, na cidade de Natal. Tendo como base a proposta de pensar “a cidade como um livro aberto”, para articular os conceitos teóricos com a experimentação artística na qual se insere o pesquisador, a superfície da cidade é pensada nesse contexto como material de análise científica ao mesmo tempo que densa descrição narrativa. Para tal finalidade, são explorados três conceitos principais; o de literatura menor (DELEUZE; GUATTARI, 1977); a partilha do sensível (RANCIÈRE, 2005); e heterotopia (FOUCAULT, 2013). Nesse sentido, a pesquisa encadeia o exercício intelectual com a sensibilidade poética, para perceber e pensar as escritas citadinas. Sendo assim, o trabalho tem como propósito evidenciar as narrativas enunciadas por essas práticas, questionando como elas ressignificam o espaço urbano de modo estético e político, na medida em que desafiam a arquitetura da cidade.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1149447 - NORMA MISSAE TAKEUTI
Interno - 008.055.544-67 - FAGNER TORRES DE FRANÇA - UFRN
Externo à Instituição - ROSELENE CASSIA DE ALENCAR SILVA - UFBA
Notícia cadastrada em: 04/06/2018 10:43
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa28-producao.info.ufrn.br.sigaa28-producao