Banca de QUALIFICAÇÃO: HELOISA HELENA DE SOUSA FRANCO OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : HELOISA HELENA DE SOUSA FRANCO OLIVEIRA
DATA : 14/03/2018
HORA: 10:00
LOCAL: Auditório A - CCHLA
TÍTULO:

TRABALHO DOMÉSTICO NÃO REMUNERADO: RUPTURAS, CONTINUIDADES E ADAPTAÇÕES DO TRABALHO DOMÉSTICO E DE CUIDADOS


PALAVRAS-CHAVES:

Divisão Sexual do Trabalho; Trabalho Doméstico e de Cuidados; Mulheres.


PÁGINAS: 46
RESUMO:

Esta pesquisa se propõe a analisar a permanência do trabalho doméstico não-remunerado como uma atividade majoritariamente ligada às mulheres brasileiras, procurando responder à pergunta: as mulheres têm consciência do trabalho que desempenham ao operacionalizar o trabalho doméstico e de cuidados? Os conceitos da divisão sexual do trabalho, trabalho produtivo e reprodutivo e trabalho doméstico e de cuidados são as bases teóricas que amparam este estudo. Dessa maneira, delineamos nossa pesquisa para pensar as configurações do trabalho doméstico, a partir da vivência de 5 mulheres na cidade de João Pessoa, e as relações sociais que são estabelecidas a partir desta questão. Assim, propomos investigar, a partir de observação participante, histórias de vida e aplicação de entrevistas semi-estruturadas, 5 (cinco) mulheres na cidade de João Pessoa, analisando como estas resolvem a questão do trabalho doméstico e de cuidados, a partir de remuneração ou não. Assim, o objetivo geral da pesquisa é analisar como as mulheres operacionalizam o trabalho doméstico e de cuidados e a quem elas recorrem ou ativam, no que eu chamo, a priori, de cadeias de trabalho reprodutivas, constituídas em João Pessoa-PB. E os objetivos específicos são: 1- Analisar a configuração do trabalho doméstico e de cuidados a partir da vida de 5 mulheres moradoras da cidade de João Pessoa; 2- Verificar quais as políticas de compartilhamento do trabalho doméstico e de cuidados tem sido efetivadas no Brasil 3- Analisar se o trabalho doméstico e de cuidado das mulheres é um trabalho alienado e como ele é operacionalizado. Buscamos desta maneira, entender as razões de, ao longo da história, o trabalho doméstico e de cuidados, mesmo diante de todos os direitos conquistados pelas mulheres, continuar a ser desempenhado, atualmente, majoritariamente em quase todas as sociedades, pelas mulheres.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1475558 - LORE FORTES
Interno - 1149332 - LINCOLN MORAES DE SOUZA
Externo à Instituição - LUCIANA BATISTA DE OLIVEIRA CANTALICE - UFPB
Notícia cadastrada em: 13/03/2018 15:12
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa23-producao.info.ufrn.br.sigaa23-producao