Banca de DEFESA: RODRIGO VIANA SALES

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RODRIGO VIANA SALES
DATA : 23/03/2018
HORA: 16:00
LOCAL: Auditório de Antropologia (Sala C5 do Setor II)
TÍTULO:

INFÂNCIA ONÍRICA, REENCANTAMENTO DO MUNDO E EDUCAÇÃO INFANTIL


PALAVRAS-CHAVES:

Infância onírica; Educação Infantil; Imaginação poética; Reencantamento do mundo; Educação imaginativa. 


PÁGINAS: 210
RESUMO:

Esta tese é baseada em abordagens teóricas sintonizadas com uma crítica da radicalização do processo de racionalização levado a cabo pela Modernidade Ocidental, tal como postulado por Max Weber. Processo este que vem fragmentando o humano na medida em que privilegia a dimensão do Logos sobre o Mythos, a razão sobre a imaginação, especialmente uma razão domesticada pela ciência moderna, impondo-se o pensamento prosaico e conceitual sobre o pensamento por imagens, este vinculado ao domínio do imaginário poético. O trabalho teve por objetivo investigar como (e em que medida) experiências de vivência da infância onírica (noção de Gaston Bachelard) por crianças da Educação Infantil de duas escolas da Grande Natal,  Rio Grande do Norte – Brasil, possibilitaram (ou não) um reencantamento do mundo para as crianças e demais atores do processo educacional, incluindo o próprio pesquisador. Para tanto, realizou-se uma pesquisa etnográfica nas escolas Freinet e Dona Liquinha Alves, o que foi articulado a reflexões de Edgar Morin em relação ao pensamento complexo e à necessidade de religação dos saberes na educação, e de Maria da Conceicão Almeida em relação a uma perspectiva que leve em conta a inteireza do antropos. Adicionalmente, trabalhou-se de problematizações de Jean-Jacques Wunenburger acerca da educação imaginativa implícita na filosofia de Gaston Bachelard. Para a leitura das imagens poéticas referidas à infância onírica, a pesquisa teve como referência as duas vias da filosofia estética bachelardiana, a fenomenologia da imaginação e a imaginação arquetípica dos elementos materiais. As experiências escolares investigadas demonstraram a possibilidade de reencantamento do mundo  dos sujeitos estudados na medida em que razão e imaginação se articulam de modo equilibrado na prática educativa dos envolvidos no processo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1149568 - ANA LAUDELINA FERREIRA GOMES
Interno - 1149562 - ORIVALDO PIMENTEL LOPES JUNIOR
Externo à Instituição - MAURICIO DE CAMARGO PANELLA - NENHUMA
Externo à Instituição - MICHELLE FERRET BADIALI - UnP
Externo à Instituição - VICTOR HUGO GUIMARÃES RODRIGUES - FURG
Notícia cadastrada em: 02/03/2018 09:51
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao