Banca de DEFESA: ANA CARMEM DO NASCIMENTO SILVA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA CARMEM DO NASCIMENTO SILVA
DATA : 19/12/2017
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório B do CCHLA
TÍTULO:

UM ESTUDO SOCIAL DE IMAGENS: significados e pluridiversidade na obra de Mário Vitória


PALAVRAS-CHAVES:

Cartografia Socioimagética. Construção de conhecimentos em imagens. Imagens-Mário Vitória. Pluridiversidade e significados. Ecologia-Epistemologias do Sul.


PÁGINAS: 164
RESUMO:

Acredita-se que a leitura da imagem precede a leitura da palavra, e a produção de imagens, o acesso, e, sobretudo, a comunicação por meio da linguagem visual cruzam fronteiras sociais, culturais e cognitivas. As dinâmicas humanas através da linguagem visual mostram-se mais amplas e frequentes quando comparadas a outras linguagens, e a construção de conhecimento com imagens – que visibilizem realidades produzidas como não existentes – pode vir a colaborar na contextualização das questões sociais, culturais e do âmago humano. Evidenciam-se as expressões imagéticas do artista plástico lusitano Mário Vitória (MV), circunscritas no ano de 2006 ao ano de 2017, e observa-se que MV cria cenários com a proposta de diálogos entre diversidades; revela nas imagens o caráter insurgente comprometido com a intervenção social através de representações visuais do mundo contemporâneo e as criações estabelecem densa crítica às práticas hegemônicas pautadas no capitalismo, no colonialismo e no patriarcado. Desvelam-se conexões de pensamentos possibilitando um processo de tradução (Boaventura S. Santos) – enquanto criação de redes – através do qual se pode conhecer ampla gama de significados válidos à construção de práticas e saberes socialmente prudentes. O estudo é composto em perspectiva dialógica, sublinhando a pluralidade de saberes característica das Epistemologias do Sul (SANTOS, 2010). Indaga-se: como podemos interpretar socialmente as imagens? E como compreender as conexões de sentido entre as dinâmicas sociais e o imaginário expresso na obra de Mário Vitória? Diante da complexidade das composições imagéticas de MV, propõe-se um Estudo Social de Imagens que visibilize relações entre diversidades de experiências, por vezes desconsideradas pelo paradigma hegemônico. Tem-se como objetivo criar um estudo de imagens que demonstre uma rede de significados sociais das representações visuais da obra (pinturas e desenhos [2006-2017]), com ênfase em agentes, práticas e pensamentos sociais. E como objetivos específicos, pretende-se: a) cartografar a obra de Mário Vitória, com um olhar sobre os fenômenos da dominação, emancipação e do diálogo; b) demonstrar o processo de produção de sentido social das imagens; c) discutir as imagens como expressões problematizadoras das tensões sociais na conjuntura contemporânea. Respalda-se teórico-metodologicamente em referenciais das ciências sociais, da teoria da imagem, da Cartografia Simbólica (SANTOS) e contribuições do raciocínio triádico semiótico de C. Sanders Peirce.  Privilegia-se, durante a análise dos significados percebidos nas imagens, a categoria pluridiversidade sociocultural e epistêmica. A discussão é mediada pelo conceito de ecologia (SANTOS, 2004), buscando cooperar na construção de um pensamento social crítico por meio de imagens, e acredita-se que revelam um processo de justiça social e cognitiva. Acredita-se na configuração de uma Cartografia Socioimagética, reveladora de uma trama de significados sociais atrelados às imagens e percebe-se que a obra investigada contraria o desperdício da experiência, por incluir em suas criações elementos híbridos, heteróclitos e intensos. As imagens cruzam fronteiras socioculturais e epistêmicas, pois rompem com a ideia de seres homogêneos e a monocultura do pensamento, e com o paradigma dominante que determina a uniformidade e padronização das práticas e cognições. Institui-se, ainda, a pluridiversidade como o centro vital das relações e construção de saberes.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - AILTON SIQUEIRA DE SOUSA FONSECA - UERN
Externo ao Programa - 2475502 - ITAMAR DE MORAIS NOBRE
Interno - 056.761.694-00 - JOSE WILLINGTON GERMANO - UFRN
Externo à Instituição - JOSELITO SANTOS - UNIFACISA
Presidente - 128.529.294-49 - VANIA DE VASCONCELOS GICO - UFRN
Notícia cadastrada em: 12/12/2017 11:17
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa15-producao.info.ufrn.br.sigaa15-producao