Banca de DEFESA: ANA CAROLINA ARAÚJO DE FRANÇA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA CAROLINA ARAÚJO DE FRANÇA
DATA : 31/08/2017
HORA: 16:00
LOCAL: Sala A4 do Setor II
TÍTULO:

AS RELAÇÕES RACIAIS: UMA AVALIAÇÃO DA EFETIVIDADE DO PROGRAMA NACIONAL DO LIVRO DIDÁTICO – PNLD 2015


PALAVRAS-CHAVES:

Escola; PNLD; Livro didático; Relações étnico-raciais; Políticas públicas.


PÁGINAS: 154
RESUMO:

A escola é um espaço de disputa de concepções e visões de mundo. Em relação às questões de ordem étnico-raciais essa disputa no campo escolar perpassa duas visões, a primeira voltada a uma perspectiva unilateral de caráter eurocentrista, que reproduz uma suposta inferioridade dos povos africanos e de seus descendentes ao supervalorizar as experiências históricas e culturais do segmento branco, supostamente “superiores” e desvalorizar e estereotipar as experiências culturais, históricas e as identidades dos africanos e afrodescendentes. A segunda visão, percebe a escola como um lugar de desconstrução dessa “inferioridade” atribuída aos africanos e afro-brasileiros. A pesquisa “As relações raciais: uma avaliação da efetividade do Programa Nacional do Livro Didático – PNLD 2015” trata-se de uma avaliação da política pública que versa sobre o material didático (PNLD) em relação ao cumprimento das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana no intuito de identificar como são tratados os conteúdos de história e cultura afro-brasileira e africana nos livros didáticos de história aprovados pelo programa. Avaliar, especificamente, se esses matérias didáticos estão em consonância com o que estabelece as Diretrizes, isto é, se incorporaram eu seus conteúdos a temática história e cultura africana e afro-brasileira de modo positivo. O processo metodológico consistiu em uma pesquisa documental e análise de conteúdo em três coleções didáticas aprovadas pelo programa. Os resultados apontam para uma efetividade parcial dessa política pública na medida em que a abordagem dos temas sobre história e cultura africana e afro-brasileira recebe um tratamento generalista e simplificado, não necessariamente negativo, mas bastante superficial.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1298988 - JOAO BOSCO ARAUJO DA COSTA
Interno - 349700 - LUIZ CARVALHO DE ASSUNCAO
Externo à Instituição - VANDERLAN FRANCISCO DA SILVA - UFCG
Notícia cadastrada em: 29/08/2017 08:09
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa22-producao.info.ufrn.br.sigaa22-producao