Banca de QUALIFICAÇÃO: RENNATA KELLY MUNIZ ALVES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RENNATA KELLY MUNIZ ALVES
DATA : 19/05/2017
HORA: 16:00
LOCAL: Sala 901 do CCHLA
TÍTULO:

UMA ANÁLISE DO PROCESSO POLÍTICO-ECONÔMICO VENEZUELANO E AS CRISES DOS GOVERNOS BOLIVARIANOS: DE HUGO CHÁVEZ A NICOLÁS MADURO


PALAVRAS-CHAVES:

Revolução Bolivariana; Bloco no poder; Classes e frações de classes; Socialismo do Século XXI; Venezuela.


PÁGINAS: 73
RESUMO:

O objetivo deste estudo é analisar o processo político venezuelano conhecido como Revolução Bolivariana e, através dele, avaliar o governo bolivariano de Hugo Chávez (1999-2013) e o sucessor Nicolás Maduro, que assumiu a presidência desde a morte de Hugo Chávez e mantém até hoje. Dentro dessa perspectiva, este estudo traz um balanço histórico venezuelano antes de Hugo Chávez tomar o poder, e também analisa os principais conflitos que deram origem ao seu governo: "Pacto de PuntoFijo" e "Caracazo". Esta pesquisa procura compreender, através de uma análise qualitativa e bibliográfica, as articulações entre as diferentes frações de classes no bloco de poder que expressa os governos Hugo Chávez e Nicolás Maduro, uma vez que estas articulações geram efeitos específicos nos aparelhos de Estado e nas políticas públicas - principalmente sobre as políticas sociais. A análise do bloco no poder baseia-se em duas hipóteses, que se relacionam entre si e são verificadas no contexto do aprofundamento da crise mundial capitalista - desde o ano de 2008 - e as conseqüências da quedas dos preços das commodities, o que afetou a principal fonte de renda venezuelana: o petróleo. A primeira hipótese é que a Venezuela estaria frente a uma "boliburguesia". Esta hipótese argumenta com a idéia de que o governo venezuelano poderia ser bonapartista ou cesarista. A segunda hipótese é que não há uma caminhada para o socialismo na Venezuela Chavista porque a propriedade privada burguesa não é questionada. Assim, a importância deste projeto é realizar uma análise do bloco no poder durante o governo Chávez e Maduro, que permite identificar elementos baseados nos novos aspectos econômicos estabelecidos na Venezuela, que não são apenas internos, mas também externos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1517561 - GABRIEL EDUARDO VITULLO
Interno - 414603 - HOMERO DE OLIVEIRA COSTA
Externo à Instituição - GONZALO ADRIAN ROJAS - UFCG
Notícia cadastrada em: 17/05/2017 14:18
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao