Banca de QUALIFICAÇÃO: ALAIM PASSOS BISPO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ALAIM PASSOS BISPO
DATA : 13/09/2016
HORA: 14:00
LOCAL: GRECOM
TÍTULO:

LEPRA: AS ARMADILHAS DE UMA FERIDA INDOLOR


PALAVRAS-CHAVES:

Hanseníase; estigma; doença; complexidade.


PÁGINAS: 64
RESUMO:

A hanseníase popularmente conhecida como lepra, é uma moléstia infecciosa, crônica, causada pelo Mycobacterium leprae, descoberto e descrito em Bergan na Noruega, por Gerhard Henrik Armauer Hansen em 1868. A doença é a mais antiga da humanidade, surge no Egito há cerca de 1350 a.C., e na Índia são encontrados no livro Susruta Samita os primeiros registros de estudos médicos há 600 a.C. Apenas na década de 1980 descobre-se a cura para a moléstia, mas até hoje o Brasil é um dos principais países endêmicos, que junto à Índia e Indonésia correspondem a 80% dos casos da doença no mundo. No país há predomínio de doentes multibacilares ou contagiantes. Conforme o Ministério da Saúde, o Brasil possui a prevalência de 20.702 e a incidência de 28.761, trata-se de uma doença crônica. A hanseníase se reveste de uma importância histórica e social sobre a qual a ciência precisa estudá-la amplamente. A desconsideração desses fatos permitiu que a hanseníase continuasse sendo fortemente estigmatizada tornando a detecção, tratamento e cura ainda mais dificultosos. Essa tese sobre a hanseníase pretende ampliar a leitura e a compreensão da análise sobre a hanseníase, retirando o tema de uma análise puramente técnica da área da saúde e ampliando os seus aportes para uma Ciência da Complexidade.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1352037 - EDMILSON LOPES JUNIOR
Externo à Instituição - JOSINEIDE SILVEIRA DE OLIVEIRA - UERN
Externo à Instituição - JOÃO BOSCO FILHO - UERN
Presidente - 347048 - MARIA DA CONCEIÇÃO XAVIER DE ALMEIDA
Notícia cadastrada em: 12/09/2016 10:28
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao