Banca de DEFESA: FAGNER TORRES DE FRANCA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FAGNER TORRES DE FRANCA
DATA: 18/02/2016
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório D do CCHLA
TÍTULO:
PARA UM CINEMA DA CRUELDADE EM ANTONIN ARTAUD
 
 

PALAVRAS-CHAVES:

Antonin Artaud; Cinema; Crueldade; Corpo; Pensamento.


PÁGINAS: 231
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
SUBÁREA: Outras Sociologias Específicas
RESUMO:

Antonin Artaud (1896-1948) publicou mais de duas mil páginas apenas pela editora Gallimard. Sessenta e oito anos após a sua morte seus escritos continuam sendo lançados. Artaud escrevia compulsivamente sobre diversos assuntos, lançando pseudópodes em tantas direções quantos eram seus interesses, alguns dos quais se ramificavam e se desenvolviam, enquanto outros adormeciam esperando desdobramentos que, por vezes, vinham ou não. Teatro, cinema, poesia, literatura, filosofia, história, pintura e desenho eram alguns dos seus temas de reflexão. A incursão pela chamada sétima arte, por exemplo, foi um dos projetos interrompidos pelo francês de Marselha. Deixou poucos - mas profundos - textos sobre o assunto, variando entre o encantamento e o desânimo. Atuou em vinte e dois filmes e deixou sete roteiros, dos quais apenas um foi filmado. Relativamente curta (1923-1935), mas consistente, a carreira de Artaud pelo cinema é ainda pouco analisada, sendo mais conhecidas suas propostas para o teatro, principalmente a noção de Teatro da Crueldade. É a partir dela que responderemos a algumas questões: Artaud elaborou uma noção de crueldade para além do teatro? É possível pensar a cultura da crueldade para o cinema? Podemos refletir sobre o sujeito contemporâneo a partir dessa abertura? A ideia de crueldade pensada pela chave do cinema propõe estabelecer uma nova relação do sujeito contemporâneo com a imagem, o corpo e o pensamento, no sentido de abrir um outro canal de diálogo com a cultura e resgatar a potência inexplorada da arte como meio de se posicionar frente ao mundo e aos desafios que ele diariamente nos coloca.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1501788 - ALEXSANDRO GALENO ARAUJO DANTAS
Interno - 6348127 - JOSIMEY COSTA DA SILVA
Interno - 347048 - MARIA DA CONCEIÇÃO XAVIER DE ALMEIDA
Externo à Instituição - GERLUZIA DE OLIVEIRA AZEVEDO - IFRN
Externo à Instituição - GUSTAVO DE CASTRO DA SILVA - UnB
Notícia cadastrada em: 29/01/2016 10:45
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao