Banca de DEFESA: THIAGO VIRGINIO DE MELO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: THIAGO VIRGINIO DE MELO
DATA: 04/05/2015
HORA: 10:00
LOCAL: Auditório A do CCHLA
TÍTULO:

Futebol espetacularizado e cotidiano: a construção social dos torcedores do ABC F.C. de Natal/RN na atualidade


PALAVRAS-CHAVES:

Torcedor; imagens simbólicas; futebol espetacularizado; cotidiano; construção social; torcedores de futebol; Abecedista.


PÁGINAS: 96
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
SUBÁREA: Sociologia Urbana
RESUMO:

futebol é um fenômeno social que se reveste de importância significativa nas sociedades contemporâneas em razão de sua manifestação midiaticamente espetacularizada e da sua popularidade em grande escala. Para os propósitos desta dissertação, interessa apreender os torcedores como indivíduos, numa relação de interdependência com o coletivo (torcida), para quem o futebol transcende a partida em si para tornar-se uma prática que, mantendo vínculos com o universo futebolístico, apresenta impacto em diversos aspectos da vida cotidiana. A nossa reflexão parte do pressuposto de que o universo simbólico do futebol supera largamente os fatos sociais ocorridos nos estádios. Sendo assim, os aportes teóricos de análise utilizados foram o conceito de jogo (CAILLOIS, 2001; HUIZINGA, 2005) como elemento cultural de natureza simbólica que se reveste de fundamental importância para as relações sociais a partir de práticas cotidianas como um modo de ação do indivíduo, embora seja utilizado o conceito de esporte para tratar do futebol, e as noções de fascinação (GUMBRECHT, 2007), pertencimento e imagens simbólicas, como características elementares do processo de construção social dos torcedores. Sendo o objetivo principal de a pesquisa investigar como se constrói socialmente os torcedores do clube de futebol ABC F.C. de Natal/RN na atualidade, o recurso metodológico adotado foi uma descrição analítica dos diversos tipos de torcedores Abecedistas, consistindo na realização de entrevistas semiestruturadas, aplicação de questionários on line e pela observação participante em algumas partidas do ABC F.C. no estádio, no rádio e na TV entre os anos de 2014 e 2015. Por fim, consideramos como resultados, que o possível surgimento histórico-social do torcedor de futebol aliado à singularidade do indivíduo que torce atualmente, verificado na realidade empírica dos Abecedistas, aponta para uma necessidade lúdica cotidiana do torcer no futebol, numa perspectiva de ressignificação da tipologia dos torcedores afetada pela mídia (SILVERSTONE, 2011).


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 6348127 - JOSIMEY COSTA DA SILVA
Externo ao Programa - 1645961 - ALLYSON CARVALHO DE ARAUJO
Externo à Instituição - EDISON LUIS GASTALDO - UFRRJ
Notícia cadastrada em: 09/04/2015 16:11
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa19-producao.info.ufrn.br.sigaa19-producao