Banca de QUALIFICAÇÃO: CARLOS EDUARDO BATISTA DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CARLOS EDUARDO BATISTA DOS SANTOS
DATA: 30/09/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de Reuniões do DCS
TÍTULO:

“OKAIDA” E “ESTADOS UNIDOS”, ORGANIZAÇÕES CRIMINOSAS: a nova face da criminalidade na cidade de João Pessoa, Paraíba


PALAVRAS-CHAVES:

Conflito social. Violência. Crime organizado. Facções criminosas.


PÁGINAS: 72
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
SUBÁREA: Outras Sociologias Específicas
RESUMO:

O presente estudo intitulado “Okaida” e “Estados Unidos”, organizações criminosas: a nova face da criminalidade na cidade de João Pessoa – PB, busca analisar a atuação do crime organizado no Brasil e, especialmente, na Paraíba, evidenciando-se as concepções e teorias acerca de suas origens no Brasil e em João Pessoa, capital do Estado da Paraíba. Assim, objetivando-se refletir sobre a atuação das facções “Okaida” e “Estados Unidos” que dominam o crime organizado na capital do Estado da Paraíba, este estudo científico de caráter quali-quantitativo, fundamentou-se, inicialmente, em uma pesquisa bibliográfica, utilizando-se como técnica de documentação, a observação direta extensiva, configurando uma pesquisa de campo do tipo exploratória. De tal modo, percebe-se que não é possível haver total entendimento da complexidade da violência presente na sociedade. Causada, criada e relacionada com os mais diversos tipos de situações cotidianas, bem como com variadas características humanas inatas, a violência tem papel fundamental no modo como levamos nossas vidas atualmente. Seja tentando entender suas causas, ou compreendendo o porquê das pessoas fazerem uso dela, ou se deixarem levar por ela, a violência, cada vez mais, tem sido uma válvula de escape para pessoas que se encontram desesperadas, ou que já se perderam no caminho da vida. A desigualdade social, a pobreza, a carência, levam muitas pessoas a recorrer a isso. Surgem assim, as facções criminosas como promotoras do crime organizado, desta feita, em comum e independentemente da atividade que desempenham, bem como do seu local de atuação, pode-se assegurar que todas as organizações criminosas do mundo têm como seus objetivos primordiais o poder e a riqueza. Com o desenvolver da pesquisa observou-se que as facções criminosas da Paraíba, também buscam transformar-se em segmentos poderosos e com atividades lucrativas, caracterizada por grupos com regras próprias de atuação e com um propósito previamente definido, que é a destruição do inimigo. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1352037 - EDMILSON LOPES JUNIOR
Externo à Instituição - ILNETE PORPINO DE PAIVA - UFRN
Externo à Instituição - VANDERLAN FRANCISCO DA SILVA - UFCG
Notícia cadastrada em: 18/09/2014 16:26
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao