Banca de QUALIFICAÇÃO: MARCEU DE MELO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARCEU DE MELO
DATA: 28/11/2013
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório do Departamento de Geografia
TÍTULO:

Delimitação de áreas de preservação permanente a partir da identificação de unidades geoambientais como instrumento de auxílio para o planejamento ambiental – o caso da Via Costeira de Natal/RN


PALAVRAS-CHAVES:

unidades geoambientais, áreas de preservação ambiental, planejamento ambiental, dinâmica costeira.


PÁGINAS: 106
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
RESUMO:

O interesse em realizar um trabalho acerca do litoral surge com a peculiaridade que existe nesse ambiente, local de encontro da atmosfera, hidrosfera, litosfera, biosfera, e por ser uma região concentradora de grande parcela da população mundial. Tal ambiente apresenta uma série de usos, dentre eles, atrativo turístico, atividade importante para a economia. Pesquisas verificaram que a composição cênico-paisagística do litoral natalense englobando dunas, falésias, mangues, recifes, etc, somados a algumas construções humanas, é o principal aspecto atrativo de turistas. Interessante perceber que os aspectos que atraem os turistas estão sendo sufocados e até mesmo destruídos pela ocupação urbana. As construções na área costeira podem afetar seu uso e gradativamente substituir a beleza natural, desfigurando a paisagem e tornando-a cada vez mais parecida com o local de origem dos turistas, provocando diminuição na visitação. Devemos buscar ajustar o uso e a exploração que fazemos dos recursos naturais e ambientais às potencialidades e propriedades dos sistemas naturais, para tanto é necessário incorporar o planejamento ambiental ao processo de tomada de decisão. O objetivo geral deste trabalho é verificar a aplicabilidade do conceito de unidade geoambiental na delimitação das Áreas de Preservação Permanente (APPs), como elemento facilitador do planejamento ambiental nestes espaços, tendo como área de estudo a Via Costeira de Natal/RN. O entendimento da dinâmica natural e o respeito aos instrumentos legais de ordenação do espaço são aspectos fundamentais para a manutenção do nosso patrimônio natural e dos usos a ele relacionados.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1692459 - ERMINIO FERNANDES
Presidente - 1149364 - LUIZ ANTONIO CESTARO
Interno - 2177287 - ZULEIDE MARIA CARVALHO LIMA
Notícia cadastrada em: 25/11/2013 11:28
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao