Banca de QUALIFICAÇÃO: CLARISSA DE LUCENA NOBREGA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CLARISSA DE LUCENA NOBREGA
DATA: 01/09/2011
LOCAL: Sala de Reuniões do INCT-CSF
TÍTULO:

Otimização de Supefícies Seletivas de Frequência com Elementos Fractais através de Algoritmos Bioinspirados


PALAVRAS-CHAVES:

Superfícies Seletivas de Frequência, Geometria Fractal, Curva de Sierpinski, Redes Neurais Artificiais, Algoritmos Bioinspirados.


PÁGINAS: 30
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Elétrica
SUBÁREA: Telecomunicações
ESPECIALIDADE: Teoria Eletromagnetica, Microondas, Propagação de Ondas, Antenas
RESUMO:

As Superfícies Seletivas de Frequência (FSSs) têm sido investigadas por mais de quatro décadas para diversas aplicações, tais como: sistemas de micro-ondas, filtros ópticos e antenas radomes, devido à suas características espectrais similares aos filtros rejeita-faixa ou passa-faixa. As FSSs são estruturas periódicas bidimensionais capazes de selecionar os sinais desejáveis em uma faixa de frequência de interesse. Assim, estão sendo continuamente otimizadas para buscar um melhor desempenho, dimensões compactas e baixo custo. As propriedades únicas da geometria fractal têm-se mostrado bastante úteis para a construção de filtros, superfícies seletivas em frequência, circuitos sintonizados e antenas, possibilitando soluções otimizadas para uma variedade de usos comerciais na faixa de micro-ondas. A utilização de elementos fractais em estruturas de micro-ondas possibilita o ajuste de parâmetros eletromagnéticos. Em superfícies seletivas de frequência, o uso de fractais está se tornando uma solução bastante viável, uma vez que a junção de suas características proporciona o desenvolvimento de filtros espaciais compactos, com desempenho superior em relação às estruturas Euclidianas. Este trabalho apresenta uma análise do comportamento espectral de superfícies seletivas de frequência (FSSs) projetadas com arranjos periódicos de patches fractais: fractal T e Curva de Sierpinski. As FSSs propostas são projetadas com variações dos fractais (níveis 0, 1, 2 e 3), atuando como filtros rejeita-faixa. Os resultados são discutidos em termos do efeito eletromagnético decorrente da variação do nível dos fractais utilizados nas estruturas analisadas. Também é investigada a incidência oblíqua das ondas eletromagnéticas nas FSSs à medida que é variado o ângulo de incidência. Um analisador de redes vetorial (modelo N5230A, Agilent Technologies) foi usado para medir o coeficiente de transmissão das FSSs fabricadas, enquanto os softwares comerciais Ansoft Designer (MoM) e Ansoft HFSS (FEM) foram usados como ferramentas de análise. Foram realizados estudos paramétricos nas FSSs fractais T para o uso posterior de ferramentas computacionais de modelagem e otimização, como as Redes Neurais Artificiais e os Algoritmos Bioinspirados.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 345784 - ADAILDO GOMES D ASSUNCAO
Interno - 349732 - LAERCIO MARTINS DE MENDONCA
Externo ao Programa - 1804383 - CRISTHIANNE DE FATIMA LINHARES DE VASCONCELOS
Externo à Instituição - JEFFERSON COSTA E SILVA - CEFET-PB
Externo à Instituição - JOSE DE RIBAMAR SILVA OLIVEIRA - CEFET-PB
Externo à Instituição - PAULO HENRIQUE DA FONSECA SILVA - CEFET-PB
Notícia cadastrada em: 24/08/2011 07:10
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao