Banca de DEFESA: ALESSANDRA MENDES PACHECO GUERRA VALE

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALESSANDRA MENDES PACHECO GUERRA VALE
DATA: 26/12/2014
HORA: 15:00
LOCAL: Auditório do LECA
TÍTULO:

Técnica para Auto-Segmentação de Componentes Sanguíneos e Classificação Diferencial de Leucócitos Baseada em Lógica Fuzzy


PALAVRAS-CHAVES:

Processamento digital de imagens, lógica fuzzy, segmentação de imagens, classificação diferencial de leucócitos, componentes sanguíneos


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Biomédica
SUBÁREA: Bioengenharia
RESUMO:

A detecção automática de componentes sanguíneos em imagens microscópicas é um importante tópico da área hematológica. A segmentação permite que os componentes sanguíneos sejam agrupados em áreas comuns e a classificação diferencial dos leucócitos possibilita que os mesmos sejam analisados separadamente. Com a auto-segmentação e classificação diferencial, contribui-se no processo de análise dos componentes sanguíneos, fornecendo ferramentas que propiciem a diminuição do trabalho manual e o aumento da sua precisão e eficiência. Utilizando técnicas de processamento digital de imagens associadas a uma abordagem fuzzy genérica e automática, este trabalho propõe dois Sistemas de Inferência Fuzzy, definidos como I e II, para a auto-segmentação de componentes sanguíneos e classificação diferencial de leucócitos, respectivamente, em imagens microscópicas de esfregaços. Considerando inicialmente os níveis de cinza presentes no canal G da imagem (modelo RGB), a proximidade entre os centróides dos núcleos leucocitários e os demais pixels que a compõem e utilizando o Sistema de Inferência Fuzzy I, a técnica proposta realiza a segmentação da imagem em quatro regiões: núcleo e citoplasma leucocitários, eritrócitos e área de plasma. Após a segmentação e considerando apenas os leucócitos (núcleo e citoplasma), os classifica diferencialmente utilizando descritores de forma e textura já conhecido e outros descritores definidos neste trabalho e o Sistema de Inferência Fuzzy II. Foram utilizadas para testes 530 imagens contendo amostras microscópicas de esfregaços sanguíneos corados com métodos variados. As imagens foram processadas e seus índices de Acurácia e Gold Standards foram calculados e comparados com os resultados manuais e com outros resultados encontrados na literatura para os mesmos problemas. Quanto à segmentação, a técnica desenvolvida demonstrou percentuais de acurácia de 97,31% para leucócitos, 95,39% para eritrócitos e 95,06% para plasma sanguíneo. Quanto à classificação diferencial, os percentuais variaram entre 92,98% e 98,39% para os diferentes tipos leucocitários. Além de promover a auto-segmentação e classificação diferencial, a técnica proposta contribui ainda com definição de novos descritores e a construção de um banco de imagens utilizando diversos processos de coloração hematológicos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1525151 - ANA MARIA GUIMARAES GUERREIRO
Interno - 347628 - ADRIAO DUARTE DORIA NETO
Externo ao Programa - 2579664 - ALLAN DE MEDEIROS MARTINS
Externo à Instituição - CICILIA RAQUEL MAIA LEITE - UERN
Externo à Instituição - MARCO ANTONIO GARCIA DE CARVALHO - UNICAMP
Notícia cadastrada em: 22/12/2014 11:50
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao