Banca de DEFESA: ELVIS FRANCELINO PEREIRA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ELVIS FRANCELINO PEREIRA DA SILVA
DATA : 30/03/2020
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório 01 do NEPSA II do CCSA/UFRN
TÍTULO:

GERENCIAMENTO DE RESULTADOS E INCENTIVOS FISCAIS NO BRASIL


PALAVRAS-CHAVES:

Gerenciamento de Resultados. Tributos. Incentivos Fiscais.


PÁGINAS: 76
RESUMO:

A carga tributária Brasileira é uma das maiores do mundo. O Brasil também evidencia elevada quantidade de incentivos fiscais concedidos. Estes fatos, por si só, evidenciam a importância que os tributos têm para a sociedade e para as empresas. Diante disso, as firmas que realizarem melhor planejamento tributário, com o intuito de minimizar os efeitos da tributação, poderão ter um diferencial em relação aos seus concorrentes. As possibilidades previstas na legislação tributária de se pagar menos tributos, constituem uma das vertentes dos estudos sobre escolhas contábeis. As decisões das empresas podem ser gerenciadas com o objetivo de afetar os números contábeis, e consequentemente o valor dos tributos a serem arrecadados. Neste sentido, esta pesquisa tem como objetivo geral investigar se as empresas que são contempladas com incentivos fiscais apresentam menor demanda por gerenciamento de resultado. Para isso, selecionou-se uma amostra de 168 empresas, não financeiras, listadas na [B]³ - Brasil, Bolsa, Balcão, no período de 2012 a 2018. Os incentivos fiscais foram coletados, mediante análise de conteúdo, nas notas explicativas. O gerenciamento de resultados foi estimado  através de accruals e atividades operacionais. Os dados da pesquisa foram coletados através das demonstrações financeiras padronizadas arquivadas no site da CVM. Os resultados indicam que não é possível afirmar que as empresas que recebem incentivos fiscais do governo apresentam menor demanda por gerenciamento de resultados através de accruals e atividades operacionais. Além disso, os resultados apontam que o valor do incentivo fiscal constitui um fator motivador de práticas de gerenciamento de resultado por accruals, contrariando achados da literatura internacional. Finalmente, o estudo também evidenciou que a carga tributária das empresas, que detêm incentivos fiscais, constituiu um fator atenuante das práticas de GR por accruals.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1561014 - ADILSON DE LIMA TAVARES
Interno - 2814007 - RENATO HENRIQUE GURGEL MOTA
Externo à Instituição - VINICIUS GOMES MARTINS - UFPE
Notícia cadastrada em: 16/03/2020 14:41
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao