Banca de QUALIFICAÇÃO: ANA PAULA DA SILVA FARIAS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA PAULA DA SILVA FARIAS
DATA : 23/12/2019
HORA: 14:00
LOCAL: NEPSA II
TÍTULO:

A GOVERNANÇA EM ARENAS CONECTADAS PARA DISCUTIR A CURRICULARIZAÇÃO DA EXTENSÃO NA UFRPE


PALAVRAS-CHAVES:

Curricularização, extensão, governança, arenas conectadas.


PÁGINAS: 47
RESUMO:

O Plano Nacional de Educação (PNE) 2014-2024, em sua meta 12, estratégia 12.7, estabelece
a curricularização das atividades extensão nos cursos de graduação das instituições federais de
ensino superior. A curricularização é um processo que visa assegurar a questão da
indissociabilidade do ensino, da pesquisa e da extensão nas universidades federais e promover
uma ligação dessa última com a sociedade, enaltecendo a sua relevância social. A
implementação da curricularização da extensão é, portanto, uma atividade complexa, que
tende a envolver diferentes áreas da universidade e sugere um processo baseado no diálogo e
na interação entre os diversos atores. Em função dessa complexidade e interação, a teoria da
governança será utilizada para discutir o processo de curricularização da extensão na
Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). A abordagem da governança adotada
terá a perspectiva microanalítica e está vinculada a uma análise da instituição centrada em
atores. A partir do modelo de governança em “arenas conectadas”, proposto por Benz (2007),
que estabelece quatro regimes de governança: hierárquico, rede, concorrência e negociação.
Duas arenas específicas serão estudadas, a da Pró-reitoria e a do Núcleo Docente Estruturante
(NDE) dos dois cursos de graduação em administração da UFRPE. Essas arenas contemplam
a gestão e o acadêmico, no processo de curricularização. Sendo assim, essa pesquisa tem
como objetivo geral: compreender qual regime de governança será constituído a partir das
interações pretendidas entre os pró-reitores de ensino, pesquisa e extensão e os NDE’s dos
cursos de graduação em administração e como esse afeta o processo de curricularização da
extensão na UFRPE. Para atingir esse objetivo, serão utilizadas como categorias de análise as
motivações/orientações dos atores envolvidos no processo de curricularização, o tipo de
relacionamento pretendido entre eles e a forma como coordenarão suas ações, tendo como
método de abordagem a pesquisa qualitativa e como técnica de coleta de dados a pesquisa
documental e entrevistas semiestruturadas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 345845 - JOMARIA MATA DE LIMA ALLOUFA
Interna - 349728 - MARIA ARLETE DUARTE DE ARAÚJO
Externo à Instituição - RICHARD MEDEIROS DE ARAÚJO - UNIFACEX
Notícia cadastrada em: 13/12/2019 15:42
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao