Banca de QUALIFICAÇÃO: MARCONI NEVES MACEDO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARCONI NEVES MACEDO
DATA : 18/12/2019
HORA: 09:00
LOCAL: NEPSA II
TÍTULO:
A AÇÃO PÚBLICA DOS ORGANISMOS INTERNACIONAIS E NACIONAIS NAS REFORMULAÇÕES DO SINAES: REVELANDO COALIZÕES

PALAVRAS-CHAVES:

Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES). Pentágono das Políticas Públicas (PPP). Advocacy Coalition Framework (ACF).


PÁGINAS: 166
RESUMO:

A política pública de avaliação da educação superior de graduação surgida no contexto do Estado Regulador está inserida em um ambiente neocorporativista no qual as instâncias estatais funcionam como ambiente de mediação dos interesses divergentes de múltiplos atores. No ambiente de internacionalização das discussões sobre a educação e sua avaliação, com a inclusão da participação ativa de organismos internacionais intergovernamentais e o surgimento de entidades privadas com fins lucrativos transnacionais, os atores nacionais brasileiros tendem a interagir com esses atores internacionais compondo coalizões, a partir do compartilhamento de crenças e representações, destinadas a agir de modo articulado no sentido da implementação dos seus respectivos interesses. Isso ocorre acentuadamente a partir da permissão legal conferida pelo Brasil para a atuação de organizações privadas com fins lucrativos no cenário da educação superior brasileira, ao final dos anos 1990. A partir da conjugação de discursos e ações entre organismos internacionais e entidades nacionais em um nível não trivial de articulação, as coalizões formadas agrupam, de um lado, defensores da educação como um direito (bem público) e, de outro lado, defensores da educação como uma mercadoria (bem privado). A ação pública dos atores articulados em coalizões, dentre os seus diversos sentidos, a partir de suas crenças e representações, bem como por meio do uso do conhecimento técnico como recurso político, contribuiu para a conformação de uma significativa reforma institucional do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES) em 2017, em um processo de interação entre eles que, mesmo com resistências, opera a síntese dos antagonismos em resultados que acomodam a prevalência do atendimento de uma das coalizões: a dos defensores da educação como mercadoria (bem privado). Em face das categorias teóricas percebidas no campo empírico, formula-se e utiliza-se um modelo próprio concebido a partir da conjugação de elementos do Pentágono das Políticas Públicas (PPP) e do Advocacy Coalition Framework (ACF) para proceder à análise dos dados, obtidos em documentação oficial e entrevistas com representantes dos diversos atores identificados no subsistema de política pública de avaliação da educação superior de graduação brasileira.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANTONIO CABRAL NETO - UFRN
Presidente - 349728 - MARIA ARLETE DUARTE DE ARAÚJO
Externa ao Programa - 2569281 - PAMELA DE MEDEIROS BRANDÃO
Notícia cadastrada em: 03/12/2019 15:10
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao