Banca de DEFESA: DANIEL FRANCISCO DUMARESQ DE SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DANIEL FRANCISCO DUMARESQ DE SOUZA
DATA : 21/08/2017
HORA: 10:00
LOCAL: NEPSA II
TÍTULO:

PROPOSTA DE SUPORTE METODOLÓGICO PARA AVALIAÇÃO DE MATURIDADE EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR.


PALAVRAS-CHAVES:

Gestão de projetos. Modelo de maturidade. Gestão universitária. IFES. Decisão multicritério. ELECTRE TRI.


PÁGINAS: 100
RESUMO:

O objetivo do presente trabalho é desenvolver um suporte metodológico de avaliação de maturidade em gerenciamento de projetos para Instituições Federais de Ensino Superior. Para lograr tal atividade com êxito, a pesquisa se baseou em modelos de maturidade em gerenciamento de projetos já consolidados na academia e no mercado e nas principais críticas elencadas pela literatura. Com vistas a desenvolver o suporte metodológico sob a forma de um modelo de maturidade, foram levantados sete critérios para compor o modelo, sendo eles: capacidade técnica em gerenciamento de projetos, competência organizacional, competência comportamental, informatização, gestão de recursos, gestão de riscos e capacidade de inovação, com cinco níveis de maturidade que basearam um roteiro para entrevista semiestruturada. As respostas obtidas nas entrevistas servem como dados de entrada para método de apoio multicritério a decisão ELECTRE TRI. Este método possibilita a flexibilização das classes do modelo, adequando-o para o porte e realidade da organização pesquisada, por meio de elicitação de pesos, limiares entre classes e pseudocritérios. A aplicação ocorreu em quatro unidades institucionais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, tendo a Secretaria de Gestão de Projetos da mesma universidade como base para a elicitação dos valores do modelo. Os resultados obtidos apontam que três das quatro unidades estão dentro do padrão atualmente considerado como aceitável pela universidade. Uma destas unidades, contudo, corre sérios riscos de ser rebaixada para um nível abaixo. A quarta unidade foi alocada no mais baixo nível de maturidade. Dentre as contribuições deste estudo, destacam-se: (1) a possibilidade de flexibilização do modelo, de acordo com a necessidade da organização, (2) a proposta de modelo segmentado para IFES, algo até então não proposto e (3) o fato de levar em conta as principais críticas da literatura aos modelos tradicionais.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2668551 - ANDRE MORAIS GURGEL
Externo à Instituição - BRIVALDO ANDRE MARINHO DA SILVA - UFPB
Interno - 1696802 - JOSUÉ VITOR DE MEDEIROS JÚNIOR
Notícia cadastrada em: 08/08/2017 09:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao