Banca de DEFESA: HUGO AZEVEDO RANGEL DE MORAIS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : HUGO AZEVEDO RANGEL DE MORAIS
DATA : 21/06/2016
HORA: 09:00
LOCAL: NEPSA
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DO PROGRAMA UM MILHÃO DE CISTERNAS RURAIS (P1MC):  EFICÁCIA, EFICIÊNCIA E EFETIVIDADE NOS TERRITÓRIOS DO RIO GRANDE DO NORTE (2003/2015)


PALAVRAS-CHAVES:

Ação pública não governamental. Efetividade. Convivência com o semiárido.


PÁGINAS: 88
RESUMO:

A escassez de água é um problema recorrente na região do semiárido brasileiro, mas, precisamente no Nordeste, surgiram várias tentativas, mediante ações públicas sociais de “salvação”, de correção das consequências da seca. A partir da década de 1980, no processo de redemocratização do país de buscar alternativas para o desenvolvimento do semiárido brasileiro, começaram a existir algumas mudanças na intervenção na região a partir das organizações da sociedade civil, que passaram a realizar projetos com base na ideia de que é possível e necessário conviver com o semiárido, representando a transição paradigmática na qual o modelo de “combate à seca” é criticado em favor da “convivência com o semiárido”. Diante disso, este estudo objetivou analisar os resultados do Programa Um Milhão de Cisternas Rurais (P1MC) diante dos indicadores de eficácia, eficiência e efetividade. O programa, idealizado pela sociedade civil em 1999, apresenta como componentes a mobilização, o controle social, a capacitação, a comunicação, o fortalecimento institucional e a construção de cisternas de placas de 16 mil litros para captação de água de chuvas por meio de calhas no telhado do domicílio rural. A pesquisa foi do tipo descritiva, o universo compreendeu os 10 territórios do Rio Grande do Norte, a abordagem foi quantitativa e qualitativa. Para o tratamento dos dados, utilizou-se análise envoltória de dados, na etapa quantitativa, e análise de conteúdo, na etapa qualitativa, tendo como fonte de coleta entrevistas estruturadas com atores do P1MC. Os resultados apontaram que, em termos de eficácia, representada pelas metas físicas pré-estabelecidas, o programa ficou aquém do esperado; quanto à eficiência, destacaram-se os territórios de Sertão do Apodi, Açu-Mossoró e Mato Grande. Na relação população rural versus cisternas construídas, no tocante à efetividade, verificou-se que os pressupostos do programa são atendidos, os participantes compreendem que o programa não tem como finalidade única a construção da cisterna, mas sim proporcionar mudanças na vida das pessoas a partir dela, o que converge com os objetivos do programa, representando uma ação bem-sucedida.

 


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1750458 - THIAGO FERREIRA DIAS
Externo à Instituição - VINICIUS CLAUDINO DE SÁ - UERN
Presidente - 1169358 - WASHINGTON JOSE DE SOUSA
Notícia cadastrada em: 09/06/2016 14:31
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao